Uma senha sera enviada para seu e-mail

Se você lê o ProFootball assiduamente, sabe que essa coluna costumeiramente é basicamente um apanhado dos acontecimentos semanais com minhas opiniões sobre os mesmos. Porém, estamos no meio  de julho, período em que os minicamps já se encerraram e os training camps ainda estão a um par de semanas de começar.




Dessa forma, a coluna havia se transformado numa espécie de Power Ranking  sobre os mais variados temas: quarterbacks, os técnicos, melhores jogos da temporada passada, etc. A partir da próxima semana, ela volta a sua forma normal com as opiniões.

Na semana passada, revisitamos alguns dos melhores jogos da última temporada para rever até setembro chegar e matar a saudade da liga. Hoje, selecionei 10 jogos da temporada regular de 2018 que são praticamente imperdíveis. Acha que eu esqueci algum? Discorda da lista? Mande seu feedback no Twitter!

10. Green Bay Packers @ New England Patriots – 04/11, 23h20

O modelo de tabela da NFL é redondo – e, por isso, é difícil imaginar qualquer alteração significante nele, que perdura desde 2002.

Mesmo assim, ele não é perfeito, e esse jogo será mais um lembrete disso: Packers e Patriots só se enfrentam a cada quatro anos por conta dos alinhamentos interconferência. Portanto, só podemos admirar os duelos entre Tom Brady e Aaron Rodgers a cada quatro anos. Imagine agora que, na última vez em que os Packers viajaram até New England (2010: Packers 27, Patriots 31), Aaron Rodgers, draftado em 2005, estava fora da partida por conta de uma concussão. Ou seja: graças à tabela da NFL, somente em 2018 os fãs em New England verão pela primeira vez Aaron Rodgers atuar ao vivo.

Por diversas vezes ao longo dessa década, uma escolha popular nos palpites para o Super Bowl tinha os Patriots dum lado e os Packers do outro. Bom, a verdade é que é bastante improvável que isso aconteça em 2018, principalmente levando em consideração o atual nível das equipes favoritas da NFC – Vikings, Rams e Eagles. De toda forma, teremos o que vai ser apenas o segundo confronto direto entre dois dos melhores quarterbacks da história da liga. Se New England é historicamente forte desde a chegada de Bill Belichick, Green Bay nunca pode ser descartada como ameaça dado seu passador.



“greenbay"
Tendo dois astros dessa magnitude se enfrentando, o jogo recebeu honras de horário nobre. Para os Patriots, esse deve ser apenas mais um jogo regular contra um time forte, já que a equipe deve vencer a divisão com total tranquilidade mais uma vez. Já para os Packers, que estarão brigando diretamente na carnificina que se projeta ser a NFC, vencer cada partida será de extrema importância na briga por vaga na pós-temporada.

9. Los Angeles Rams @ San Francisco 49ers – 21/10, 22h20

Kyle Shanahan vs Sean McVay, 3.0 – mas sendo o primeiro duelo justo entre os dois. Shanahan agora possui um quarterback competente, ao passo que McVay não estará poupando seus titulares para os jogos de playoffs. Se você assistiu a primeira edição de Rams e 49ers na temporada passada, sabe que o simples prospecto de um confronto dentre as mentes ofensivas supracitadas é encorajador: com duas equipes em condições mais semelhantes, só se pode esperar um espetáculo.

Isso não é o único fator que torna esse jogo interessante. Os 49ers são a maior ameaça para os Rams na NFC West e, se quiserem ter chances de ganhar a divisão, essa partida é essencial para San Francisco – o outro confronto será disputado na semana 17 e não há garantia de que terá relevância para a pós-temporada. Os objetivos das duas equipes são claros: os visitantes adentram a temporada buscando chegar aos playoffs com uma semana de folga enquanto os donos da casa se colocam como um dos principais postulantes a uma vaga no wild card da conferência nacional.

8. New England Patriots @ Pittsburgh Steelers – 16/12, 19h25

Na década passada, era recorrente o confronto entre New England Patriots e Indianapolis Colts, principalmente por conta da dominância entre Tom Brady e Peyton Manning. Agora, com o declínio e a consequente aposentadoria de Manning, o confronto que parece acontecer todo ano é Patriots e Steelers – se você quiser argumentar que esse jogo se encontra muito baixo na listagem, tenha isso em mente.

Assim como o líder dessa lista, essa partida pode ser a mais importante em termos de classificação na pós-temporada – ainda que muito menos interessante, mesmo que 2017 tenha sido excelente. O prospecto de um possível último confronto entre Tom Brady e Ben Roethlisberger adiciona mais pimenta a esse jogo, assim como uma possível prévia da final da AFC.

7. New Orleans Saints @ Carolina Panthers – 17/12, 23h15

Carolina teve seis derrotas na temporada de 2017, e três delas foram impostas por New Orleans – o que gerou a infame capa do New Orleans Times-Picayune dizendo que os Panthers, no meio de uma controvérsia com seu então dono Jerry Richardson, já tinham um novo dono: o New Orleans Saints.

Não apenas os comandados de Sean Payton bateram os rivais nas duas vezes que se defrontaram na temporada regular como vencerem um épico jogo na rodada de wild card.

A NFC South em si se projeta como uma briga de gigantes: Panthers, Saints e Falcons se qualificaram para os playoffs em 2017 e todos são fortíssimos candidatos para repetirem tal qualificação. A esse ponto da temporada, Saints e Panthers já devem estar com suas aspirações para o ano totalmente definidas, e a possibilidade de estarem brigando diretamente pela chance de jogar football em janeiro é muito grande – por isso, a imensa importância do duelo para os dois times. Mais um jogo importante e em horário nobre.

Leia mais:   4 Descidas: O naufrágio de Paxton Lynch

Mais NFL:
Após limpa no vestiário, os Dolphins terão paciência com Adam Gase até quando?
10 Opiniões: Os 10 melhores jogos da NFL na Temporada 2017
A silenciosa renovação nos Bengals e o futuro incerto de AJ Green

6. Philadelphia Eagles @ New Orleans Saints – 18/11, 16h

Por um tackle mal feito, essas duas equipes estariam se enfrentando na última final da conferência nacional. Os Saints tiveram a mais dolorida das derrotas da última temporada e, se comentava-se que o time seria grande favorito num jogo contra os Eagles mesmo com a condição de principal cabeça-de-chave de Philadelphia nos playoffs, com a volta de Carson Wentz under center, nenhum favoritismo é certo.

Em mais um dos jogos que pode ser importante na definição dos cabeças-de-chave dentro da conferência nacional, o desafio de dois ataques potentes contra duas defesas subestimadas chama bastante a atenção. Mesmo com toda a pompa, não é um jogo com honras de horário nobre.

5. New Orleans Saints @ Minnesota Vikings – 28/10, 22h20

Você certamente se lembra do que aconteceu na última vez que Saints e Vikings se enfrentaram. Nove meses depois da tragédia no U.S. Bank Stadium, New Orleans busca o primeiro triunfo da história no novo estádio de Minnesota: em 2017, a temporada se iniciou e encerrou do mesmo jeito, com derrotas para os Vikings fora de casa.

O matchup por si só chama bastante a atenção: os Saints, que mudaram sua fundação ofensiva para o jogo terrestre, não tiveram qualquer sucesso correndo com a bola contra a fortíssima defesa dos Vikings. Os donos da casa, que também nada fizeram no jogo terrestre em janeiro, tem em Dalvin Cook a principal esperança de resolver o problema. Adicione todo o drama envolvido pela revanche do último Divisional Round e há motivos suficiente para esse jogo ser disputado em horário nobre.

4. New England Patriots @ Jacksonville Jaguars – 16/09, 17h25

Dois times que sempre pareceram estar a universos de distância, Patriots e Jaguars disputaram centímetro a centímetro o título da AFC, com New England prevalecendo num final elétrico. Os Patriots, aliás, só perderam uma vez dos Jaguars em 12 confrontos na história: a única derrota veio no wild card da temporada de 1998. O treinador daqueles Jaguars? Tom Coughlin, que hoje é novamente figura importantíssima na organização.

O fator decisivo aqui, como em quase todos os jogos do Jaguars, é Blake Bortles. No último jogo em janeiro, o time de Jacksonville foi ultra conservador quanto tinha a liderança no placar e isso fez diferença ao fim do jogo, com New England conseguindo uma virada apertada. Para ter chances de bater os Patriots, é imperativo que os Jaguars não façam de suas chamadas algo óbvio. Disputado apenas na segunda semana, essa também é uma possível prévia da final da conferência.

3. Minnesota Vikings @ Philadelphia Eagles – 07/10, 17h25

A expectativa para a final de conferência entre Vikings e Eagles no último mês de janeiro foi altíssima, e quem esperava um grande jogo ficou decepcionado. A carruagem de Case Keenum virou abóbora: o quarterback teve um jogo horrível, sua defesa foi completamente dominada e Philadelphia tinha o jogo completamente decidido já no meio do terceiro quarto.

Já para a temporada atual, a probabilidade de um jogo equilibrado e de alto nível é alta. Primeiro, os Vikings conseguiram um upgrade significativo na posição de quarterback, com Kirk Cousins agora comandando o ataque do time. Além disso, o running back Dalvin Cook volta de grave lesão no joelho. No lado dos Eagles, reforços na linha defensiva e uma melhora de grupo de recebedores, além da volta de Carson Wentz. É de se argumentar que esses são os dois melhores times da conferência nacional e, diferente de janeiro, outubro terá um duelo bastante competitivo.

2. Minnesota Vikings @ New England Patriots – 02/12, 19h25

Dos 256 jogos da temporada regular de 2018, o confronto entre Minnesota e New England é o que mais tem chances de representar uma possível prévia do Super Bowl. Em minha opinião, os dois são os melhores times de suas respectivas conferências e mesmo que o caminho dos Vikings dentro da NFC seja sanguinário, a imensa maioria dos jogos dos Patriots contra equipes fortes da conferência nacional é interessantíssima.

Assim como Packers e Patriots, esse é um confronto que só acontece de quatro em quatro anos, o que adiciona ainda mais expectativa. Na última vez em que Kirk Cousins viajou até Foxborough, os donos da casa não tiveram dificuldade para vencê-lo (2015: Redskins 10, Patriots 27). Com um time muito mais forte a seu lado, a história parece ser diferente.

1. Philadelphia Eagles @ Los Angeles Rams – 16/12, 23h20

Os fãs de bons ataques foram agraciados com uma das melhores partidas de 2017, quando Carson Wentz e Jared Goff se enfrentaram perto do fim da temporada regular e os Eagles conseguiram vencer os Rams mesmo perdendo seu principal jogador durante o terceiro quarto – Wentz estaria indisponível pelo resto da temporada por conta da lesão sofrida no joelho. Agora, ocupando a vaga do Sunday Night Football da semana 15, o prospecto de um jogo criativo e cheio de pontos se repete.

Leia mais:   5 coisas que os Browns podem fazer para voltar aos playoffs em 2018

Philadelphia e Los Angeles já estavam dentre os melhores times da conferência no ano passado e, embora os Rams estivessem um passo atrás, a defesa dos Eagles foi completamente dominada durante boa parte do jogo. Visitantes em ambos os confrontos, os Eagles permanecem com um elenco fortíssimo, ao passo que os Rams se reforçaram ainda mais para aproveitar a janela do contrato de calouro de Jared Goff – os dois times compartilham desse método, diga-se. Dois excelentes times em horário nobre e com possíveis implicações na classificação das equipes para a pós-temporada, esse é no momento o jogo mais interessante da temporada regular

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @Henrique_Bulio – e ainda, nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.





“proclubl"