Fantasy

Veja quais nomes podem ajudar seu Fantasy na Semana 6

Mais uma semana de Fantasy que se encerra, mais uma semana de possibilidades no waiver wire. Vamos indicar aqui alguns nomes interessantes que podem ajudar seu time se estiver lesionado, de bye ou improdutivo. Importante apontar, claro, que há nomes abordados em textos anteriores que devem ser levados em consideração, por isso não deixe de conferir os textos passados! Alguns deles estarão listados ao final deste texto. Sem mais delongas, vamos aos nomes!

Para quem precisa de quarterback

Brian Hoyer, Chicago Bears

Em três semanas de titularidade, Brian Hoyer tem sido uma valiosíssima opção no Fantasy Football. Ele teve mais de 20 pontos no futebol americano virtual em cada uma delas, passando de 300 jardas em cada uma dessas partidas. Nas próximas duas semanas, Hoyer enfrenta o Jacksonville Jaguars e Green Bay Packers, bons matchups para o signal caller que se mostra um dos melhores backups da NFL. Pode ser a diferença entre uma derrota e vitória do seu time se seu titular estiver lesionado ou de bye.

Tony Romo, Dallas Cowboys

É, meus amigos, a hora está chegando. Apesar do começo mais do que arrasador de Dak Prescott como signal caller dos pentacampeões do Super Bowl, Jerry Jones já disse que assim que saudável, Tony Romo voltará ao seu posto de titular. Isso deve acontecer pela Semana 8, mas está chegando a hora da luta por ele nos waivers. Se quiser adiantar a tendência, pegá-lo pré-Semana 6 pode garantir o veterano no seu lineup.

James Starks, running back do Green Bay Packers

Eddie Lacy saiu com um problema no tornozelo no Sunday Night Football contra o New York Giants. Apesar de tudo dizer que Lacy está bem, nada custa estar prevenido: James Starks é o claro titular caso o camisa 27 perca partidas. Apesar da média baixa de jardas por tentativas de Starks na temporada, se Lacy de fato se ausentar ele deve receber bastante volume, se tornando uma opção interessante para running back número dois ou flex.

Jay Ajayi, running back do Miami Dolphins

Falei de Jay Ajayi antes das duas semanas nas quais Adam Gase empregou um monstro de quatro cabeças no backfield – junto com Ajayi, Isaiah Pead, Kenyan Drake e Damien Williams. Para a Semana 5, entretanto, Gase admitiu o erro e disse que esse tipo de comitê não se repetiria, o que de fato aconteceu: Jay Ajayi liderou a equipe em carregadas, com 13, enquanto Kenyan Drake, titular nas semanas anteriores, teve apenas duas.

LEIA TAMBÉM  Os Ricos podem ficar ainda mais Ricos: Jimmy Garoppolo vai para onde?

Não recomendaria Jay Ajayi como um running back um pois a volta de Arian Foster é iminente. Ainda assim, se você precisa colocar alguém pra jogar e o segundanista ainda está disponível, vale o pick.

Jacquizz Rodgers, running back do Tampa Bay Buccaneers

Com Doug Martin lesionado e Charles Sims no injured reserve, Jacquizz Rodgers se torna o número um desse backfield. O jogador mostrou serviço no Monday Night Football e pode ser um handcuff para Doug Martin daqui pra frente. Recomendo cuidado: ele está de bye na Semana 6, então não o selecione se necessita de uma produção mais urgente.

Devontae Booker, running back do Denver Broncos Para quem acompanha os artigos de Fantasy desde o período dos drafts, viu que elegi Devontae Booker como um dos sleepers para a temporada de 2016, desde que C.J. Anderson não produzisse muito. Pois bem, independentemente da produção do titular, o número de snaps de Booker vem aumentando de semana em semana: 10%, 19%, 23%, 25% e 41% nas semanas 1, 2, 3, 4 e 5, respectivamente. Ainda é um pick especulativo, mas donos do C.J. Anderson já devem garantir o jogador para não perder a produção do backfield do Denver Broncos.

Sammie Coates, wide receivedo Pittsburgh Steelers

Falando em jogadores que estavam no texto de sleepers, Sammie Coates vem assumindo com autoridade o papel de número dois no ataque do Pittsburgh Steelers. Ben Roethlisberger gosta de lançar bolas longas e o camisa 14 tem se aproveitado muito bem disso. Sem Eli Rogers (lesionado), Coates tem sido ainda mais acionado. Foram 11 targets para seis recepções, 139 jardas e dois touchdowns. Mas não é só de passes fundos que o jogador vive: ele tem tido no mínimo 50 jardas por semana, uma boa base para formatos que premiam pontos por recepção.

Cameron Meredith, wide receiver do Chicago Bears

“Quem?” – essa deve ser a reação da maioria dos fãs da NFL quando viu que Cameron Meredith teve 130 jardas e um touchdown na derrota para o Indianapolis Colts no último domingo. Com Alshon Jeffery visivelmente jogando lesionado, Kevin White no injured reserve e Eddie Royal sempre lidando com problemas físicos, Cam Meredith ascendeu à relevância no Fantasy Football. Foram 12 targets lançados por Brian Hoyer, sendo Meredith uma opção interessante nos matchups certos.

Adam Thielen, wide receiver do Minnesota Vikings

Sem Steffon Diggs, foi Adam Thielen que herdou a carga do wide receiver número um. Foram sete recepções para 127 jardas e um touchdown. Apesar de existir uma hype maior ao redor dos nomes de Charles Johnson e Laquon Treadwell, foi Thielen que mostrou serviço e deve ser o alvo principal caso Diggs se ausente. É um pick mais arriscado, mas pode ser interessante caso sua equipe esteja carente de wide receivers.

Jeremy Kerley, wide receiver do San Francisco 49ers

LEIA TAMBÉM  Sem espaço em Chicago, Cutler estaria sendo oferecido a outros times via troca

Jeremy Kerley é o tipo de jogador que é especialmente valioso nos formatos que premiam pontos por recepção (PPR). Foram 45 targets nas cinco primeiras semanas, uma média de 9 por partida – se considerarmos que ele está recebendo 57.8% dos passes, só de recepções ele está anotando 2.6 pontos em modelos de 0.5 pontos por recepção e 5.2 pontos em modelos que premiam 1 ponto inteiro por recepção – sem contar jardas ou touchdowns. Isso indica uma boa base de produção para o formato, e pode ser uma opção interessante para estas ligas.

Charles Clay, tight end do Buffalo Bills

Na ascensão do Buffalo Bills – três vitórias consecutivas – e sem Sammy Watkins, Charles Clay se tornou uma ótima opção para o quarterback Tyrod Taylor. Foram 73 jardas lançadas para o jogador das 124 totais do signal caller, e a competição por alvos deve ser pequena. Não acho que será o tipo de tight end que pode mudar o panorama do seu time na posição, mas pode ter uma base de produção razoável na Semana 6, com upside caso anote um touchdown.

Outros nomes para ficar de olho:

Quarterbacks – Carson Wentz, Philadelphia Eagles; Dak Prescott, Dallas Cowboys;

Running backs – Jalen Richard, Oakland Raiders; Bobby Rainey, New York Giants; Bilal Powell, New York Jets; DeAndre Washington, Oakland Raiders; Darren Sproles e Wendell Smallwood, Philadelphia Eagles

Wide receivers – Chris Hogan, New England Patriots; Cole Beasley, Dallas Cowboys; Robert Woods, Buffalo Bills; Marqise Lee, Jacksonville Jaguars

Tight ends – Cameron Brate, Tampa Bay Buccaneers; Hunter Henry, San Diego Chargers; Trey Burton, Philadelphia Eagles; 

Comentários? Feedback? Siga-nos no twitter em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

Veja quais nomes podem ajudar seu Fantasy na Semana 6
Publicidade
Topo