Entre em contato

História

A seca dos Cubs já era no beisebol – mas quais as maiores da NFL no momento?

A seca dos Cubs já era no beisebol – mas quais as maiores da NFL no momento?

(Eu nunca pensei que realmente fosse escrever isso, mas aparentemente é verdade) O Chicago Cubs venceu a World Series ontem num emocionante, tenso, testepracardíaco jogo 7 em Cleveland e acabou com a mais longa seca dos esportes americanos. A equipe não vencia um título da MLB desde 1908, quando a liga tinha apenas 16 times (separados em Liga Americana e Nacional). Mais: considerando títulos da “conferência” (na MLB chama-se Liga, vale lembrar) os Cubs também tinham a seca mais longa do beisebol: não venciam a Liga Nacional desde 1945.

Ambos os tabus caíram por terra e agora a pressão recai sobre outros times. Especificamente, aliás, a maior seca dos esportes americanos agora pertence à NFL. O Arizona Cardinals não vence um título desde 1947. Por ironia, a franquia ainda era o Chicago Cardinals na ocasião – junto dos Bears, são as únicas franquias que participaram de todas as temporadas da NFL desde sua fundação.

É, eu sei que vai ter uns tontos que vão falar que “só Super Bowl” conta, mas não é bem assim. Não dá para descontar 45 anos de existência da NFL só porque você quer. Na sequência, vem o Detroit Lions (1957), o Philadelphia Eagles (1960), o Minnesota Vikings (1961), o Tennessee Titans (1961, na época, Houston Oilers da AFL), o San Diego Chargers (1963, AFL), Cleveland Browns (1964) e o Buffalo Bills (1965, AFL).

Se formos considerar apenas o Super Bowl, há diversas secas de 50 anos – as dos times acima e mais Falcons, Jaguars, Texans, Bengals e Panthers, equipes que não foram campeões da NFL jurássica e nem do Super Bowl. Ainda, para terminar, a seca de um time que já ganhou o Super Bowl e está há mais tempo sem vencê-lo novamente pertence ao New York Jets (1968) e na sequência ao Kansas City Chiefs (1969).

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony, ou nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

Curti é redator e editor-chefe do ProFootball e já redigiu mais de 2000 textos sobre o futebol americano desde 2009. Além disso, é autor do "Manual do Futebol Americano", "Crônicas do Futebol Americano" e comentarista de NFL e college football nos canais ESPN.

Mais em História