“RODAPE"
Blackboard

E aí, foi falta de Richard Sherman ao final do jogo ou não? Qual sua opinião?

Bom, temos a nossa, de acordo com o livro de regras da NFL. Aproveita e marca seus amigos, porque todo ano tem um Monday Night que nos faz buscar as obscuridades da NFL.

A falta de contato ilegal tal qual existe agora é uma das “novidades” da NFL desta década. Tal qual a interferência de passe em 1978, ela foi criada pela NFL com um objetivo único: propiciar maior facilidade ao jogo aéreo e por tabela haver mais pontos (que é o que a maioria dos fãs querem). Em resumo, passadas 5 jardas da linha de scrimmage, o marcador não pode fazer contato excessivo que atrapalhe a rota de um recebedor.

Contudo, há uma exceção importante no livro de regras (conforme artigo 2 da seção pertinente ao contato ilegal): é pressuposto positivo (ou seja, tem que se manifestar) para a marcação da falta que o quarterback esteja no pocket ao momento do contato ilegal. Não era o caso ontem quando Sherman fez o contato: veja na imagem, Tyrod Taylor está fora do pocket (seja pocket a área delimitada entre os offensive tackles e tight ends, se houver).

Com efeito, por mais “violento” que o lance tenha parecido, foi dentro das regras. Richard Sherman é graduado em Stanford. A “falta” de ontem (entre grandes aspas) e o rant depois da final da NFC de 2013 foram calculadas. Ele é um dos jogadores mais inteligentes da liga e mostrou isso ontem.

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony, ou nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

LEIA TAMBÉM  As aventuras de Brock Osweiler numa temporada de erros
Topo