Matchups

Matchups: Khalil Mack continua em alto nível contra o ataque terrestre dos Bills?

As adversidades parecem fazer parte das refeições do Oakland Raiders dessa temporada. Mesmo com a lesão no mindinho de Derek Carr, o camisa 4 voltou, conectou com Michael Crabtree e virou um jogo para conquistar a nona vitória na temporada. De um lado da bola, o ataque segue produtivo. Do outro, Khalil Mack se mostra um dos jogadores mais valiosos da liga. Mesmo com um calendário pesado nesta reta final de temporada (México, TNF, uma miríade de partidas contra a AFC West) os Raiders seguem em frente.


Falando em Mack, o camisa 52 teve dois turnovers cruciais o triunfo sobre o Carolina Panthers – um pick six e um fumble forçado e recuperado. Fora isso, cinco freios impostos ao jogo terrestre dos seus adversários, e é esse fundamento o essencial para a partida contra o Buffalo Bills que conta com a mobilidade de Tyrod Taylor e LeSean McCoy.

running back do Buffalo Bills teve 101 jardas em 18 tentativas – considerando que 75 vieram de uma única corrida, a média do jogador não foi lá tão alta. Todavia, o camisa 25 tem um faro para fazer grandes jogadas. Das 815 jardas do jogador em 2016, 413 delas (50.67%) vieram em jogadas nas quais ele teve pelo menos 15 jardas conquistadas. Nessas 16 jogadas, LeSean McCoy encontrou os espaços na defesa adversária e as castigou.

Da mesma maneira, a mobilidade de Tyrod Taylor precisa manter a defesa em cheque. Na medida que a ênfase da proteção vai para o meio, contra as corridas do camisa 25, Taylor tem liberdade para play actions e corridas designadas para quarterbacks, armas poderosas para mover este ataque. A ameaça no fundo do campo de Sammy Watkins estica ainda mais o campo, uma ferramenta para lá de útil para que a corrida explore espaços no meio.

Dessa forma, é crucial que Khalil Mack, Bruce Irvin e companhia dinamitem o impacto de LeSean McCoy. Eles terão uma dura disputa com o guard Richie Incognito que teve ótimo desempenho na Semana 12, mas se eles mantiverem McCoy dentro de ganhos pequenos, o play action terá menos eficiência e Taylor terá que vencer os Raiders passando a bola.

A vitória é valiosa demais para os dois lados

O Buffalo Bills está com 6 vitórias e 5 derrotas. Ele segue firme na briga pelo wild card, com uma vitória atrás do rival de divisão Miami Dolphins, que, se a temporada acabasse hoje, estaria nos playoffs.

O Oakland Raiders busca se desvencilhar das aproximações do Kansas City Chiefs e quer se manter na liderança da AFC West. Se a 10ª vitória vir e os seus rivais de Kansas City e Denver não triunfarem, a situação ficaria mais confortável – não muito, mas um pouco melhor. Uma derrota aqui coloca pressão na equipe, considerando que há muitas equipes na AFC com um alto retrospecto que podem ameaçar o wild card. A corrida pela pós-temporada segue aberta e emocionante não só na AFC West, mas na AFC como um todo, e os Raiders e Bills são personagens importantes neste cenário.

Comentários? Feedback? Siga-nos no twitter em @profootballbr e curta-nos no Facebook.


“RODAPE"

Matchups: Khalil Mack continua em alto nível contra o ataque terrestre dos Bills?

Mais lidas da Semana

To Top