NFL

Brady, Ryan, Rodgers, Elliott ou Carr: Veja para quem damos o MVP de 2016

“RODAPE"

É… acabou a temporada regular da NFL. Depois de 17 semanas, em que cada equipe disputou 16 partidas, vários jogadores apresentaram performances de destaque. Aqui no Pro Football, tivemos edições da Corrida para o MVP na semana 7 e na semana 15. Alguns jogadores passaram rapidamente pela lista dos candidatos a MVP, enquanto outros mantiveram lugar cativo ao longo do ano. Aliás, o “nosso MVP” ocupou a primeira posição em todas as edições da Corrida. O que não significa que não tenha havido disputa. Qualquer dos três primeiros desta lista final poderia facilmente ganhar o prêmio de MVP, dada a proximidade da excelência de seus desempenhos na temporada. Mas… só um pode ganhar (quer dizer, menos quando dá empate, tipo Peyton Manning-Steve McNair. Bem, de qualquer forma, aqui só um ganhou).

Vamos lá, então, ao resultado final da Corrida para o MVP do Pro Football.

5) DEREK CARR, QUARTERBACK, OAKLAND RAIDERS

O jovem quarterback dos Raiders deu um salto em sua terceira temporada, passando a ocupar um lugar entre os melhores de toda a liga. O prolífico ataque dos Raiders, liderado por Carr, contribuiu para que a equipe chegasse aos playoffs pela primeira vez nos últimos 14 anos. Com um braço potente e mentalidade de “pistoleiro”, sempre buscando passes longos e em janelas estreitas, Derek Carr terminou a temporada com 28 passes para touchdown e 6 interceptações, tendo lançado para 3907 jardas.

É possível que a demonstração mais importante da importância de Carr para os Raiders tenha sido a sua ausência. Após a fratura na fíbula sofrida na semana 16, que tirou o quarterback da temporada, a equipe teve uma péssima performance ofensiva contra o Denver Broncos, nesta última rodada. Em que pese a força da defesa dos Broncos, os quarterbacks dos Raiders, Matt McGloin e Connor Cook, mostraram muitas dificuldades em fazer o ataque “andar”.

Provavelmente, a contusão fará com que a temporada de Derek Carr (e dos Raiders como um todo) termine de maneira melancólica. Ainda assim, a equipe sabe que conta com um grande quarterback, que deve fazer parte de listas como essas durante muito tempo.

4) EZEKIEL ELLIOTT, RUNNING BACK – DALLAS COWBOYS

Olha só… um running back! Na NFL dos dias de hoje, tão centrada no jogo aéreo, chega a ser surpreendente um running back ser candidato a MVP. Ezekiel Elliott, no entanto, já mostrou, em sua primeira temporada na liga, que não é um corredor comum. Mostrando excelente visão de jogo, além de velocidade e força para quebrar tackles, Elliott foi o motor da grande campanha do Dallas Cowboys.

LEIA TAMBÉM  Mais uma temporada de 5.000 jardas de Drew Brees: será que ele não merece mais amor?

O running back terminou o ano (praticamente não tendo jogado na semana 17) liderando a NFL em jardas terrestres, com 1631, além de 15 touchdowns e uma média de mais de cinco jardas por corrida. Muito se argumentou quanto ao trabalho “fácil” de Elliott ao correr protegido por uma linha ofensiva muito boa. Outros optaram por dividir o mérito de Ezekiel Elliott com o quarterback Dak Prescott, também. Ainda que Prescott e a linha ofensiva tenham tido de fato ótimas temporadas, Elliott foi, sem sombra de dúvida, o centro do ataque dos Cowboys.

Agora, nos playoffs, apostar em Elliott deve ser a maior chance que os Cowboys têm de chegar ao Super Bowl.

3) AARON RODGERS, QUARTERBACK – GREEN BAY PACKERS

A temporada de Aaron Rodgers (e, consequentemente, dos Packers) foi como um passeio em uma montanha russa. Não à toa Rodgers não fez parte de nenhuma das edições anteriores da Corrida para o MVP. O  quarterback dos Packers começou a temporada de maneira irregular, com uma tendência a fugir rápido demais da pressão e com uma precisão em passes intermediários muito abaixo seu padrão.

No momento em que a equipe ficou com as costas contra a parede, no entanto, tudo mudou. Aaron Rodgers se beneficiou de ajustes no sistema ofensivo dos Packers, com maior variedade de rotas e formações, para apresentar atuações espetaculares. Depois de seis vitórias seguidas, Green Bay está nos playoffs, como campeão da NFC North. Rodgers, por sua vez, entrou na disputa pelo prêmio de MVP. O quarterback terminou a temporada com 40 touchdowns (melhor marca da liga) e 7 interceptações, além de um rating de 104,2.

Nos seis jogos finais da temporada, nenhum outro jogador chegou perto de atuar no mesmo patamar de Aaron Rodgers. Entretanto, o prêmio de MVP deve recompensar a temporada inteira. Desta forma, o início irregular de Rodgers o impede de chegar ao primeiro lugar.

2) TOM BRADY, QUARTERBACK – NEW ENGLAND PATRIOTS

O veterano quarterback dos Patriots teve mais uma de suas temporadas irrepreensíveis. Depois de quatro jogos suspenso, Tom Brady liderou sua equipe de forma magistral, levando os Patriots à melhor campanha de toda a NFL. Nos 12 jogos que disputou, Brady lançou para 28 touchdowns e inacreditáveis DUAS interceptações. Em nenhum momento, ao logo de toda a temporada, houve dúvidas quanto ao altíssimo nível de performance de Brady e do ataque do New England Patriots.


“RODAPE"

Mas, então, por que Tom Brady não está em primeiro?

Bem, duas coisas interferem nesta questão. Primeiramente, o nível dos adversários dos Patriots acabou sendo mais baixo do que se imaginava. Seus rivais de divisão Buffalo e New York Jets tiveram péssimas temporadas. Miami, que foi bem, enfrentou os Patriots (em um dos dois jogos) sem o quarterback Ryan Tannehill. Da mesma forma, quando enfrentaram os Patriots, o Pittsburgh Steelers jogou sem Bem Roethlisberger. Talvez tenha faltado a Tom Brady um grande duelo contra outro quarterback do mais alto nível. Finalmente, outro fator que não pode ser ignorado é que Tom Brady só jogou 12 partidas. Sem entrar no mérito do Deflategate (quem aguenta?), o fato é que Brady perdeu em números absolutos por conta da suspensão. Em uma disputa tão acirrada quanto a deste ano, isso acaba fazendo a diferença.

LEIA TAMBÉM  Jerry Jones, dono dos Cowboys, diz que ele sozinho irá decidir o futuro de Romo

Agora, então chegamos ao momento decisivo. Quem será o vencedor do Corrida para o MVP do Pro Football?

Que rufem os tambores!

1) MATT RYAN – QUARTERBACK, ATLANTA FALCONS

Ao longo de toda a temporada, em que praticamente todos os jogadores apresentaram alguma oscilação, Matt Ryan manteve seu alto nível de performance. O quarterback dos Falcons, veterano de 9 temporadas, nunca jogou tão bem quanto em 2016. Ao liderar a equipe para uma campanha de 11 vitórias e 5 derrotas, além da folga na primeira rodada dos playoffs, Ryan terminou a temporada com 38 passes para touchdown e 7 interceptações, além de um total de 4944 jardas. Mais do que isso, Matt Ryan alcançou um rating de 117,1 e uma média de jardas por tentativa de 9,26, ambas melhores marcas da liga.

Não há dúvida que o desempenho de Matt Ryan foi beneficiado por alguns fatores. Entre eles, cabe destacar o coordenador ofensivo dos Falcons, Kyle Shanahan, uma das melhores mentes ofensivas de toda a NFL. O sistema de Shanahan, minimizando o tempo de Ryan no pocket, além de disponibilizar rotas alternativas e variações em cada jogada, facilitou o trabalho do quarterback. Da mesma forma, o elenco ofensivo muito talentoso dos Falcons, contando com um dos três melhores wide receivers da liga (Julio Jones), além da melhor dupla de running backs (Devonta Freeman e Tevin Coleman), contribuiu muito para o sucesso de Ryan.

Ainda assim, Matt Ryan foi a “cola” que, ao executar o esquema de Kyle Shanahan, com as ferramentas à sua disposição, fez do ataque do Atlanta Falcons um dos mais poderosos da NFL em 2016.

Em um ano com diversos candidatos capazes, Matt Ryan é o MVP da NFL.

Comentários? Feedback? Siga-nos no twitter em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

 




Brady, Ryan, Rodgers, Elliott ou Carr: Veja para quem damos o MVP de 2016
Topo