Um guia simples em 10 passos para entender como funcionam os Playoffs da NFL – Pro Football: NFL | Brasil | College | Futebol Americano
Blackboard

Um guia simples em 10 passos para entender como funcionam os Playoffs da NFL

Muitas vezes, menos é mais. Neste caso, vamos explicar da maneira mais objetiva e rápida possível, num passo a passo, o seguinte: como funcionam os Playoffs da NFL. Sem delongas, vamos lá

1) Os Playoffs da NFL acontecem sempre no mês de janeiro, com 12 times participando. Esses 12 times são divididos em duas chaves, como você vê na foto que ilustra este post lá no topo. Uma chave é a Conferência Americana (AFC), sucessora da AFL – American Football League, liga que rivalizou com a NFL antiga na década de 1960. A outra chave é a Conferência Nacional (NFC), sucessora da NFL Jurássica (1920 a 1970). Não há diferença de regras entre as duas ligas, o chaveamento só funciona para fins práticos – e não é geográfico como na NBA.

2) Não existe “jogo de ida e volta” e tampouco melhor de “3/5/7”: os playoffs da NFL são jogados em partida única, com a temporada do vencedor continuando e a do perdedor da partida acabando ali.

3) A NFL tem 32 times, divididos em 8 divisões. Pareceu familiar e é: acaba sendo parecido com a Copa do Mundo FIFA. Só que aqui, desses 8 grupos, apenas o campeão de cada tem vaga assegurada no mata-mata. Portanto, temos 8 times garantidos – os campeões de cada uma das quatro divisões de cada Conferência: AFC Norte, AFC Sul, AFC Leste, AFC Oeste e as equivalentes da NFC – também Norte/Sul/Leste/Oeste. Já falamos dos outros 2 por Conferência.

  • Exemplo prático: os campeões de divisão na AFC foram: Patriots (Leste), Steelers (Norte), Chiefs (Oeste) e Texans (Sul).

4) A “pontuação” na NFL é a campanha de vitórias e derrotas – tal qual era no futebol até que a vitória passou a valer 3 pontos. O empate vale meia vitória. Então um time 9-6-1 é lido como “9,5-6”. Dentro da divisão, há três critérios de desempate para você decorar, em ordem de uso: confronto direto, campanha em jogos dentro da divisão e campanha em jogos em comum.

  • Exemplo prático: na AFC Oeste, Chiefs e Raiders tiveram campanha de 12-4. Para desempatar e determinar o campeão da AFC Oeste, foi usado o primeiro critério de desempate: confronto direto, no qual os Chiefs têm duas vitórias e nenhuma derrota contra os Raiders neste ano.

5) Dentro de cada Conferência, ainda faltam duas vagas para darmos. Essas vagas são dadas para os times com melhor campanha dentre aqueles que não venceram suas divisões. Não há problema nesses dois times serem da mesma divisão e uma dada divisão ter três times nos playoffs. Na temporada 2011, os Ravens foram campeões da AFC Norte e as duas melhores campanhas não campeãs de divisão também foram da AFC North: Steelers e Bengals. Em 2007, Dallas, New York e Washington foram para a pós-temporada com o primeiro sendo campeão da NFC Leste e os outros dois como melhores campanhas.

  • Exemplo prático: Giants (11-5, NFC Leste) e Lions (9-7, NFC Norte) não venceram suas divisões. Vão para os Playoffs como dois times “wild card” – em tradução livre, repescagem.
  • Exemplo prático 2: Raiders (12-4, AFC Oeste) e Dolphins (10-6, AFC Leste) não venceram suas divisões. Vão para os Playoffs como dois times “wild card” da AFC.

6) Certo, mas deve haver vários empates na briga pelas duas vagas de repescagem em cada Conferência, certo? Sim, de vez em quando acontece. E aí entram os critérios de desempate novamente. Se os times empatados forem da mesma divisão, aplica-se o critério que falamos acima. Se não, o primeiro é confronto direto entre os empatados e depois a campanha contra a mesma conferência. Em terceiro lugar, a campanha em jogos em comum (no mínimo quatro).

7) Agora, então, já temos os 12 times e as chaves definidos: uma chave da Conferência Americana, uma da Conferência Nacional, os quatro campeões de divisão em cada e mais os dois times de repescagem.Em seguida, coloque, ordenado por campanha, os seis cabeças-de-chave (seed) de cada Conferência. As 4 primeiras, necessariamente, são para campeões de divisão. Mesmo que um campeão de divisão tenha campanha de temporada pior do que uma repescagem, a “força do título” faça com que ele seja no mínimo #4.

Acontece que são 6 times de cada lado: como chavear isso? A solução é dar uma “semana de folga” para as duas melhores campanhas de cada conferência – sendo elas, necessariamente, campeãs de divisão. No caso da AFC, Patriots (12-4) e Chiefs (12-4). Em vermelho, as repescagens.

  • Exemplo prático na AFC:
    • #1 Patriots (12-4)
    • #2 Chiefs (12-4) – critérios de desempate aplicados, Patriots 11-1 vs AFC e Chiefs 9-3 vs AFC
      • #3 Steelers (11-5)
      • #4 Texans (9-7)
      • #5 Raiders (12-4)
      • #6 Dolphins (10-6)

8) Vamos agora às rodadas, então. O critério para ver qual o mando de campo? Sempre o cabeça-de-chave maior joga em casa. 

  • Na primeira rodada, o Wild Card Round, o #6 joga contra o #3 , na casa deste, e o #5 contra o #4, na casa deste.
  • O menor cabeça-de-chave restante após essa primeira rodada pega o #1. O maior pega o #2 na próxima rodada.
  • A rodada seguinte, na prática “quartas-de-final” é chamada de Divisional Round. Na prática, são os 8 times restantes no campeonato.
  • Os vencedores dos Divisional jogam a final de conferência. Restam quatro.
  • O campeão da Conferência Americana enfrenta o Campeão da Conferência Nacional no Super Bowl

9) Exemplo prático para o chaveamento, de acordo com meu palpite para os Playoffs deste ano – não me cobrem, vou errar tudo. Podem me zoar pela foto sorridente.

10) Explicando o quadro acima: 

  • O Wild Card Round da AFC é #5 Raiders at #4 Texans + #6 Dolphins at #3 Steelers
  • O Wild Card Round da NFC é #5 Giants at #4 Packers + # #6 Lions at #3 Seahawks
  • Coloquei vitória de #5 Raiders, #3 Steelers na AFC. Vitória de #5 Giants, #3 Seahawks na NFC.
  • O menor cabeça-de-chave restante da AFC é Oakland. Então os #5 Raiders jogam em #1 Patriots.
  • O maior cabeça-de-chave restante da AFC é Pittsburgh. Então os #3 Steelers jogam em #2 Chiefs.
  • Nesses jogos da AFC e mais na Conferência Nacional, no Divisional Round, passam #1 Patriots, #3 Steelers, #5 Giants e #3 Seahawks. Então as finais de conferência seriam #3 Steelers at #1 Patriots na AFC e #5 Giants at #3 Seahawks na NFC
  • Os campeões da AFC e da NFC, Patriots e Giants, se enfrentam no Super Bowl LI – em Houston. A dinastia continua e New England venceria neste palpite – é um palpite, frisando, para exemplificar. Não sou melhor do que ninguém nisso, ok? hahaha nao me cobrem.

Basicamente, é isso. Caso você tenha alguma dúvida, não tem problema nenhum. É só me mandar um tweet em @CurtiAntony ou email para curti@profootball.com.br. Ah, e se você estiver começando agora no futebol americano e quiser aprender mais, isso tudo acima e mucho más no meu livro, o Manual do Futebol Americano. Você pode comprar clicando aqui ou clicando no banner abaixo.

Bom Playoffs para todos nós!

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony, ou nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.


“RODAPE"

Publicidade
Topo