Alabama e Clemson passam o carro nas semis e se enfrentam na final do College

Notre Dame e Oklahoma não foram páreo para as potências atuais do college

#1 Alabama 45 x 34 #4 Oklahoma
Tagovailoa: 10-10 vs blitz // Murray: 109 yds corridas
#2 Clemson 30 x 3 #4 Notre Dame
ND: 0 vitórias em BCS/New Year Six desde 1998
Alabama vs Clemson
4º confronto em playoffs, 3ª final (desde 2014)

Não deu nem graça. As semifinais dos do College Football começaram de maneira parecida ao ano passado: Notre Dame no lugar de Georgia, mas os outros três times eram os mesmos. Clemson, Alabama e Oklahoma. O que não foi o mesmo? A competitividade entre Georgia e Oklahoma numa das semifinais, o Rose Bowl.

O AT&T Stadium e o Hard Rock Stadium, respectivamente sedes do Cotton Bowl Classic e do Orange Bowl, viram passeios de times predestinados a se enfrentarem mais uma vez: quarta no geral em e a terceira num jogo de título. Ambas têm campanhas idênticas: 14-0. O vencedor, portanto, será o primeiro invicto com 15 vitórias desde Penn… Em 1897. Ou seja: praticamente sem precedentes.

No Cotton Bowl, jogo começa disputado – mas Clemson destrói no segundo quarto

As defesas de Notre Dame e Clemson fizeram uma excelente partida no primeiro quarto: ambas limitaram os ataques terrestres do adversário e, além disso, a apenas 3 pontos. Aí, da mesma forma que o Golden State Warriors avacalha em terceiros quartos na NBA, o inevitável aconteceu. Clemson fez 20-0 no segundo quarto – a equipe tem a melhor margem de segundo quarto na temporada, tendo saldo de +173 nesses períodos.

Trevor Lawrence, o calouro maravilha que revitalizou o ataque dos Tigers, lançou para 264 jardas no primeiro tempo – melhor marca da história do Cotton Bowl. Ao final da partida, ele terminou com 327 jardas e só não foi mais porque, ao estilo Alemanha no 7 a 1, Clemson pisou no freio e colocou vários reservas em campo. Lawrence teve problemas contra a no início da partida, mas rapidamente conseguiu se estabelecer com decisões e passes impecáveis – alguns incompletos por bizarros dos recebedores. Isso tudo, claro, com o jogo terrestre empacado e abaixo das 3,5 jardas por carregada no primeiro tempo.

O grande trunfo do #Sunshine foi ser uma máquina de passes completos para mais de 15 jardas: 7-11 e três. Isso acabou com o jogo. Para se ter ideia, são as piores marcas da defesa de Notre Dame nos últimos três anos. Do outro lado, a ausência de Dexter Lawrence não foi sentida – a linha defensiva de Clemson fez um trabalho formidável e limitou Ian Book, quarterback de Notre Dame, durante todo o jogo. Ao final das contas, não tinha o que fazer: era tentar o passe longo que, inevitavelmente foi interceptado.

Alabama amassa no primeiro tempo e Kyler Murray provavelmente se despede do futebol americano

Vencedor do Heisman em 2018, Kyler Murray tem contrato assinado e foi escolhido no topo da primeira rodada no Draft da MLB. Seu agente já havia dito que ele iria jogar pelo Oakland A’s (leia-se times de Minor League dos A’s, como todo draftado no beisebol) no ano que vem. Caso Murray desossasse a defesa de Alabama e fosse campeão com pompas, seu valor poderia subir na NFL? Provavelmente. Não foi o que aconteceu.



No primeiro quarto, Alabama meteu 21-0 no placar – antes desse jogo, os Sooners tiveram apenas dois quartos sem pontuar no ano inteiro. Alabama, por sua vez, tinha o primeiro quarto pisando no acelerador como grande marca da temporada: foram 220 pontos marcados em primeiros quartos, melhor time da temporada.

Vice de Murray no Heisman, Tua Tagovailoa não se mostrou limitado pela lesão no tornozelo que sofreu na final da SEC e teve grande partida. Foram 318 jardas e quatro com incríveis 89% de passes completos. A fraca defesa de Oklahoma tentou mandar contra Tua e ele ateou fogo nessa estratégia: 10-10 contra a. Murray ainda tentou alguma coisa no segundo tempo, liderando Oklahoma a pontos em seis das sete campanhas finais. Contudo, a vantagem de Alabama foi grande demais para ser batida.

Por incrível de pareça, a sina continua: nos últimos sete jogos com os dois primeiros do prêmio se enfrentando, esta é a quinta vez que um vice de Heisman bate o vencedor num bowl. Com as vitórias, Alabama e Clemson se enfrentam no dia 7 de janeiro, segunda-feira pós Wild Card da NFL, às 23h. A partida terá transmissão da ESPN no Brasil.



SIGA-NOS!

Siga-nos no Instagram: @antonycurti
Inscreva-se em nosso canal do YouTube, vídeos novos toda semana.


“proclubl"

Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.