Uma senha sera enviada para seu e-mail

Todos os anos, os quarterbacks universitários precisam tomar uma importante decisão: continuar na escola ou tentar a vida na NFL? Josh Rosen é mais um desses e a decisão, para ele, é ainda mais difícil.

Junto de Sam Darnold (USC), Rosen é cotado como um dos melhores quarterbacks da próxima classe. Josh ainda tem um ano de elegibilidade no college, então pode optar. O problema? Chip Kelly será o técnico de UCLA na próxima temporada e, com ele, um novo sistema ofensivo desembarca no campus. Será que Rosen manterá o valor alto depois de jogar com Kelly? Ou é melhor garantir a ida para a NFL agora?

Problema? A primeira escolha geral do Draft de 2018 é um time sedento por um jogador da posição. Cleveland Browns, o cemitério de quarterbacks. Rosen, em vez de dar a resposta padrão de “seria uma honra jogar por qualquer time” – Darnold disse isso, aliás – foi bastante vocal. “Prefiro ser escolhido mais baixo pelo time certo do que mais alto pelo time errado”. Nas entrelinhas, ele prefere não ser escolhido pelo Cleveland Browns. Não que Sam Darnold não tenha feito algo do gênero. Ele também tem mais um ano de elegibilidade e voaram boatos de que, se os Browns tivessem a primeira escolha, ele voltaria para USC em 2018.

Como falo no vídeo acima, não é a primeira vez que algo do gênero acontece. A Família Manning, notoriamente, evitou alguns times… Bagunçados. Não que o New York Jets de 1997 e o San Diego Chargers de 2004 fossem tão bagunçados como os Browns de 2018 potencialmente são, mas de qualquer forma há precedente.

Se Rosen estará certo ou errado? Cenas dos próximos capítulos.

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony ou no facebook – e ainda, nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

“RODAPE"