Uma senha sera enviada para seu e-mail

Presente nas últimas duas edições do Super Bowl, o New England Patriots também está de olho no 2018. Afinal, foi exatamente através de um evento desses que a franquia trouxe Tom Brady e mudou a sua história, conseguindo todos os seus atuais cinco títulos após a aquisição do atleta.

Sem figurar no topo do recrutamento, o time torce para ter a mesma eficiência que teve em 2012. Na ocasião, com duas escolhas na primeira rodada, draftou Chandler Jones e Dont’a Hightower – ambos seriam peças essenciais para a defesa da equipe nos anos posteriores. Reforços pelo podem ter grande impacto na cotação da equipe, que já aparece no topo da lista da NFL, pagando R$ 6,00 para R$ 1,00, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com.

As escolhas dos Patriots

O New England Patriots fez uma troca com o Los Angeles Rams e recebeu a 23ª escolha. Com isso, terá o direito a selecionar dois jogadores na primeira rodada, pois já contava com a 31ª. A franquia ainda possui a 43ª e 63ª (segunda rodada), 95ª (terceira), 198º e 210º (sexta) e 219º (sétima). A 43ª, lembrando, veio por meio da troca de Jimmy Garoppolo.

Isso ainda pode mudar até o dia 26 de abril, quando acontece o: os Patriots certamente estarão no centro das atenções das negociações, pois um dos objetivos da franquia deve ser de selecionar o futuro substituto de Tom Brady. Portanto, o time deve procurar um quarterback com uma dessas escolhas (ou subir no para tanto).

Caso o trade up ocorra, um dos principais nomes que podem aparecer é Baker Mayfield. Ele está atrás de Sam Darnold, Josh Rosen e Josh Allen, com uma cotação de R$ 13,00 em cada R$ 1,00 na lista dos candidatos a primeiro quarterback draftado, segundo dados do Oddsshark.com. Sendo assim, se transforma no alvo mais realista, pois os outros três certamente ficarão no Top 7, algo que o New England não conseguirá através das trocas.

Os

Caso uma negociação deste tipo saia do papel, Baker Mayfield é o favorito devido também a boa temporada em 2017. O jogador dos Sooners lançou para 4627 jardas e 43 touchdowns, com 70,5% de acertos nos passes. Isso fez com que o Oklahoma avançasse para os no College. Só que este desempenho não foi atípico e ele também havia ido bem em 2015 e 2016, com números bem expressivos.

Estes fatores fazem com que ele apareça na frente de Lamar Jackson. No entanto, no cada posição faz muita diferença e o atleta de Louisville é outra opção real caso Mayfield seja escolhido antes. Com um bom desempenho em 2016, Jackson também rendeu muito bem em 2017, porém foi abaixo do seu rival.

Se os Patriots não forem atrás de nenhum dos dois, Mason Rudolph aparece como opção real na segunda rodada. Ele realizou treino privado com New England na semana passada e seu alcance é de topo de 2nd round, logo atrás de Lamar.

Sem na primeira rodada?

O segundo cenário é com o New England não realizando mais nenhuma troca por uma escolha mais alta. Neste caso, dificilmente a franquia selecionará um quarterback na primeira rodada, pois os principais já devem ter saído. Para a 23ª escolha, então, o nome um dos nomes mais cotados é Kolton Miller. O jogador entraria para substituir Nate Solder na linha ofensiva. Inclusive, há muitas comparações entre Miller e Solder.

Já para a 31ª escolha, existem mais opções por conta das seleções que acontecerão no caminho. O fato é que muito provavelmente os Patriots buscarão uma peça defensiva –  um linebacker, por exemplo, dada a carência do setor. Eis, aliás, uma uma peça que Belichick costuma priorizar. Isso faz com que o investimento de que quatro jogadores desta posição serão selecionados ainda na primeira rodada aparece como a mais cotada, dando R$ 1,75 para cada real, segundo números do Oddsshark.com.

Nesta situação, o menino dos olhos da franquia é Rashaan Evans, de Alabama. Sua passagem pelo College foi um pouco ofuscada por outros jogadores durante alguns anos, mas, justamente na sua despedida, conseguiu grande sucesso. Foram ótimas marcas, como 74 tackles e seis sacks ao longo de 2017. O atleta reúne as principais características que as equipes procuram para a posição e ainda conta com uma excelente capacidade de infiltração na barreira adversária.

Como há outros times de olho em Evans, os Patriots podem voltar as atenções para outro nome no segundo dia de – como Darius Leonard, outside de South Carolina State. Falando em pass rush, Sam Hubbard corre por fora no final do primeiro dia. Mas sua velocidade e o trabalho de mãos podem fazer a diferença caso não fique disponível uma das opções anteriores.

Não encontrando um bom linebacker, outros nomes surgem como possibilidades. De Iowa, o time pode buscar o cornerback Josh Jackson. Ele é um dos melhores atletas defensivos deste, com oito interceptações e 26 passes defendidos em 2017. Sua função seria substituir Malcolm Butler, que foi para os Titans.

Há três grandes áreas de “concentração” para o foco dos Patriots neste: cornerback (que foi problema no Super Bowl LII), linebackers (Chandler Jones e Jamie Collins foram trocados, Hightower se machuca muito) e um potencial sucessor de Tom Brady. Vejamos como essas escolhas se desenrolam no dia 26.

Leia mais:   Draft Notebook - Playoffs definidos e prospectos se declarando para o Draft

Em abril, teremos um curso/workshop que tratará sobre tudo o que você precisa saber sobre o da NFL. Veja mais detalhes aqui.