Uma senha sera enviada para seu e-mail

Na NFL tudo pode mudar de uma semana para outra, seja na disputa pelo título, como também para a seleção do. Uma prova disso foi Baker Mayfield, que até a última semana dava R$ 19,00 para cada real por ser o primeiro escolhido nesta quinta-feira. Depois de algumas entrevistas com dirigentes do Cleveland Browns, o quarterback subiu de patamar e apareceu como o mais cotado horas antes da escolha, mas ainda assim rendeu R$ 3,50 para R$ 1,00, de acordo com dados do Oddsshark.com. O evento ainda garantiu ótimas cifras para os melhores de cada posição.

A decisão de Cleveland mostrou como um investimento antecipado faz a diferença. Se nos primeiros rumores fossem aplicados R$ 10,00, teria um retorno cinco vezes maior do que quem só aplicasse no dia do. Apesar de Mayfield inicialmente largar atrás na disputa com Sam Darnold e Saquon Barkley, a opção não chega a ser absurda, pois o quarterback venceu o prêmio Heisman em 2017. O desempenho não foi uma surpresa, afinal, no ano anterior havia ficado em terceiro. O atleta ainda rendeu ótimos R$ 21,00 para R$ 1,00 por ter sido o primeiro de sua posição a ser selecionado.

Resta agora saber o que ele será capaz de fazer em uma franquia que foi derrotada nas 16 partidas da última temporada. O jogador terá como companheiro outro bom nome deste, que é Denzel Ward. Longe da lista de favoritos para a pick 1, o cornerback garantiu o dobro do valor investido para quem confiou que apareceria no top 10, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com,

Barkley confirma favoritismo

Se não deu na primeira seleção geral, ao menos Saquon Barkley foi o running back escolhido na segunda posição. Seu favoritismo nesta disputa era tão grande que pagou somente R$ 1,05 em cada real. O destino é o New York Giants, que não se importou em usar sua pick 2 para contar com um jogador desta função. O retorno foi mais satisfatório para quem investiu que o atleta sairia no top 5, que deu R$ 1,12.

Outra barbada também era que Quenton Nelson seria o primeiro da linha ofensiva. O jogador de Notre Dame foi escolhido pelo Indianapolis Colts, na sexta escolha e garantiu R$ 1,03. Já Hayden Hurst confirmou as expectativas ao ser o mais alto tight end draftado, dando R$ 1,60. Seu destino foi o Baltimore Ravens.

Antes disso, ainda pelo top 5, Bradley Chubb foi chamado pelo Denver Broncos e se tornou o primeiro defensive end draftado. O jogador, que teve um grande desempenho no Combine, acabou passando um pouquinho do esperado e com isso rendeu R$ 2,00 para R$ 1,00 para quem investiu que ele não seria um dos quatro melhores do geral. O fato ocorreu principalmente porque o Cleveland Browns preferiu Denzel Ward, o deixando assim para os Broncos.

Já o segundo melhor retorno – perdendo apenas para Mayfield – foi com DJ Moore. O jogador de Maryland desbancou Calvin Ridley e Coutland Sutton, sendo o primeiro wide selecionado e deu excelentes R$ 3,50 em cada real investido.

Posições

O número de atletas por posição também valeu boas cifras. A primeira foi a de linebackers selecionados. Com grandes atletas da função neste, a opção de ter mais de quatro na primeira rodada era a mais cotada, dando R$ 1,45 para cada real, segundo dados do Oddsshark.com. Apesar de esperado, o feito não demorou a ocorrer, pois Roquan Smith saiu na oitava posição para o Chicago Bears. Na sequência, Tremaine Edmunds foi para o Buffalo Bills (16) e o Leighton Vander Esch saiu para o Dallas Cowboys (19). O valor então foi desembolsado logo depois, quando o Tennessee Titans escolheu a única dúvida, que era Rashaan Evans numa primeira rodada, na pick 22.

A segunda foi a de tight end, que como são poucos nomes cotados para pintar na primeira rodada, bastava uma das franquias escolher um jogador, –que garantia R$ 1,35 para cada real. Isso aconteceu na pick 25, quando o Baltimore Ravens chamou Hayden Hurst.

Já quase no final do, o Seattle Seahawks selecionou Rashaad Penny, que foi o segundo running back chamado – atrás apenas de Saquon Barkley – e confirmou o retorno de R$ 1,36 para quem contou que seriam no mínimo dois escolhidos. Por fim, o investimento de que seriam menos de cinco cornerbacks draftados nesta primeira rodada rendeu R$ 2,10 para R$ 1,00.

 

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony ou no facebook – e ainda, nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.