Uma senha sera enviada para seu e-mail

O NFL Combine é um grande evento midiático que se analisa os maiores prospectos do desde os seus exames médicos até a personalidade do jogador nas curtas entrevistas de 15 minutos que os times têm direito de fazer. No meio de tudo isso, existem os exercícios físicos para medir o atleticismo de cada um.

Os primeiros dias do Combine são reservados para registro de dados, exames médicos, medições e entrevistas. Nas medições podemos saber de verdade quanto que o jogador possui de altura e quanto ele pesa, pois as universidades na maioria das vezes escondem os reais dados dos seus jogadores, então esse momento é importante para descobrirmos esses detalhes.

O que todo mundo está mais interessado são os exercícios físicos, mas como esses exercícios traduzem para o jogo em si? Tudo que é feito ali é importante e pra quê serve cada drill?

Começando pelo drill mais esperado de todos que é o 40 jardas. Obviamente que é um exercício para definir a velocidade do jogador, mas porquê 40 jardas? A ideia de ser essa distância é porque é a média da distância exigida para cobrir um punt.



40 jardas

Wide Receivers, Cornerbacks, Safeties e Running Backs são as posições que mais damos valor para o tiro de 40 jardas. Um décimo de segundo para um WR ou RB pode ser o suficiente entre um ganho de 15 jardas para um de 50 jardas.

Para um Safety, especialmente um FS que precisa cobrir bastante campo jogando em Cover-1, por exemplo, também é muito valorizado para conseguir demonstrar um alcance maior e transformar jogadas em interceptações ou passes desviados.

Aqui também levamos bastante em consideração o tempo de 10 jardas que os jogadores de trincheiras, OL e DL. Nenhum deles precisarão correr 40 jardas, mas as 10 jardas iniciais são importantes pois determinam a explosão inicial e em quanto tempo um OL pode chegar no segundo nível da defesa ou de quanto um DE consegue estressar o OT adversário com seus primeiros três passos.

Vertical Jump

O pulo vertical tem como objetivo mostrar a explosão inferior do corpo e como se pode imaginar, as posições que tem mais relevância nesse drill são Wide Receivers, Cornerbacks e Tight Ends.

Broad Jump

Assim como o pulo vertical, o broad jump também demonstra a explosão da parte inferior do corpo, mas com um detalhe importante: a flexibilidade do tornozelo. Reparem no jogador ao tomar impulso para fazer o salto, quanto melhor a flexibilidade do tornozelo, mais força vai ser gerada no pulo. Byron Jones quebrou o recorde do Combine do Broad Jump e a sua flexibilidade fica clara no momento do pulo. Veja abaixo:

3-cone

O drill que eu mais gosto de todos e que demonstra a mudança de direção, flexibilidade do quadril e aceleração do jogador. A posição que eu mais dou valor para esse exercício é a de defensive end e outside que jogam em defesas 3-4. Jogadores que possuem uma boa flexibilidade de quadril já é parte do caminho andado para fazer sucesso na NFL. Todos os grandes pass rushers que estão na liga hoje tiveram um ótimo 3-cone drill.

Repare com o Von Miller está com o quadril baixo do chão, essa flexibilidade fica evidente no 3 cone drill.

20 shuttle

Exercício que eu valorizo muito para a defesa e para o slot receivers. Demonstra principalmente a mudança de direção, controle de corpo bem como a sua agilidade. Importantíssimo para trabalhar em áreas curtas do campo, por isso dê bastante valor para linebackers e cornerbacks.

Supino

Talvez o exercício com menor valor entre todos. Sim, é importante um jogador demonstrar força, mas muitas vezes acaba demonstrando mais resistência de conseguir fazer mais repetições do que força de jogo propriamente dita. Levantar cem quilos pode ser muita coisa para nós, mas para eles, nem tanto assim.

É importante ficarmos mais de olho em jogadores que fazem poucas repetições do que naqueles que fazem muitas, se o jogador fizer poucas repetições pode levantar uma suspeita de que ele não era determinado na academia no período que esteve no College, o que pode levar ser um problema para a sua carreira profissional.



Agora, quais jogadores ficar de olho nesse Combine que podem surpreender?

Defensive Vita Vea

Créditos: Jennifer Buchanan-USA TODAY Sports

Vea está entre os grandes defensive dessa classe e se os rumores dos números que ele vai fazer no Combine forem verdadeiros, Vea pode ser o primeiro defensive a ser draftado nesse. O jogador de Washington pesa mais de 340 lbs e dizem que irá correr próximo dos 4.9s. Esses números lembram muito o DT Dontari Poe, draftado pelo Kansas City Chiefs na 11ª escolha geral em 2011. Poe pesou 346, correu 4.98 e sua altura é exatamente a mesma de Vita Vea.

Cornerback Donte Jackson

LSU é uma universidade que está sempre levando bons jogadores de secundária para a NFL. Nessa temporada, temos dois que serão draftados: Kevin Toliver II e Donte Jackson, mas é o segundo que deve fazer mais bonito no Combine. Jackson disse que tentará quebrar o recorde das 40 jardas do Combine de John Ross (4.22s) que conseguiu essa marca no ano passado. Não acredito que Jackson terá essa capacidade de quebrar o recorde, porque é uma marca extremamente difícil de ser quebrada, mas acho que Jackson ficará entre os melhores correndo o 40 jardas.

Safety Derwin James

Derwin James é um dos jogadores mais freaks desse, ao assistir o tape isso fica muito claro e todo mundo está ansioso para saber como James irá se sair nos drills. A minha aposta é que ele irá ser um dos melhores em todos os exercícios que participar. Hoje, James está sendo cotado para o top-15 e com um Combine bom ele pode subir para o top-10.

Linebacker Tremaine Edmunds

Edmunds possui apenas 19 anos, uma altura que não é normal para como ele (6’5”) e um atleticismo que fizeram muitos times se apaixonar. Para alguns analistas a briga do melhor da classe entre Roquan Smith e Tremaine Edmunds será apertada e o Combine terá um peso muito grande nisso.

Running Back Saquon Barkley

Que Barkley é o melhor RB da classe, raramente haverá discussão entre os analistas, mas Barkley deve dar um show no Combine e esse é só mais um lembrete para você não perder isso. Suas medidas já foram ótimas e ele deve correr perto do 4.4 baixo ou 4.3 alto. Lembrando que Leonard Fournette correu 4.50 pesando 240lbs. Barkley pesou apenas 7lbs (3,15kg) a menos que a estrela de Jacksonville e deverá ter um tempo bem melhor.

Defensive Line Hercules Mata’afa

Mata’afa de Washington State é um jogador curioso de se avaliar, pois ele possui apenas 250lbs e jogava no interior da linha, numa posição que claramente não é a sua quando for para o profissional. Ele deve fazer a transição para jogar de OLB em uma defesa 3-4 e o Combine será muito importante para ele, pois hoje essa transição é uma projeção, então qualquer informação extra para os times será essencial para o stock de Mata’afa.

Defensive End Marcus Davenport

Davenport está em uma situação mais complicada dos demais citados acima, pois ele não tem o que ganhar, pelo contrário. Muitos se apaixonaram pelo atleticismo de Davenport, mas ele não demonstrou muito mais que atleticismo nos tapes, ainda é um prospecto cru que precisa ser muito trabalhado. Por isso, se Davenport não for muito bem no Combine, até o atleticismo dele será colocado em cheque.

E você, qual jogador está ansioso para ver no Combine?

Em abril, teremos um curso/workshop que tratará sobre tudo o que você precisa saber sobre o da NFL. Veja mais detalhes aqui.

Textos Exclusivos do ProClub:
Mike Glennon e a duração do contrato na NFL: como ler corretamente
Será que os Packers finalmente serão agressivos na?
Franchise Tag: Veja quem já recebeu e quem ainda pode receber