Uma senha sera enviada para seu e-mail

A expressão “subiu no telhado” é um eufemismo excelente em várias situações. Aqui, significa uma coisa bem simples: tá prestes a cair e morrer. Assim temos a temporada 2018 do Carolina Panthers.

A equipe começou com 6 vitórias e 2 derrotas. Bill Parcells sempre disse que “você é o que sua campanha é” e, neste caso, tínhamos exatamente o caso. A equipe tinha um ataque incrível, funcionando com a rodo, Cam Newton fazia jogos “limpos” e Christian McCaffrey se mostrava uma máquina em jardas após a linha de.

Bom, passado um mês, essa temporada subiu no telhado.

A subida ao telhado foi na pior hora possível. Depois de uma sequência de jogos “escondidos” à tarde, os Panthers viajaram a Pittsburgh para enfrentar os Steelers no horário nobre. Tomaram uma pancada sem precedentes, saindo derrotados por 52 a 21. Dali para frente, em vez de “subestimados”, tornaram-se motivo de desconfiança. Um pass rush sem muito brilho e partidas seguidas com erros que custaram jogos.



“prmo"
A vitória de virada contra o atual campeão, Philadelphia Eagles, hoje repousa como um distante brilho na temporada dos Panthers. No domingo, vindo de três derrotas seguidas – Steelers, Lions e Seahawks – o time perdeu para o elenco mais fraco da NFC South. Foi feio.

É a primeira sequência de quatro derrotas dos Panthers desde 2016, ano da ressaca após a derrota no Super Bowl 50. Newton, embora não tenha sido o vilão da vez na derrota ante os Seahawks, teve atuação esquecível. O próprio, em coletiva após a partida, reforçou que aquele não era “o futebol americano dos Panthers”. Cam teve quatro interceptações, empatando para pior marca de sua carreira.

Ele tem 7 interceptações nos últimos quatro jogos depois de ter 4 nos oito primeiros duelos da temporada. Newton, vale lembrar, está com dores no ombro há algum tempo. “Por muito tempo ele foi capaz de lidar bem com isso, mas ficou bem dolorido ao final da partida”, disse Ron Rivera sobre o ombro de seu. “Quando você tem que lançar tantos passes como ele fez ao final do jogo, isso vai acontecer”, completou.

Para complicar, Greg Olsen está fora da temporada depois de lesão no pé. Por mais que o corpo de recebedores tenha melhorado em relação à temporada passada, é um baque.

Defesa sofre mudanças para o final da temporada

O novo dono do Carolina Panthers, David Tepper, gostaria, supostamente, de mais analytics/big data na gestão do time. É a moda do momento – desde o Moneyball do Oakland A’s em 2001 se fala isso no beisebol e mais recentemente a questão chegou na NFL. Tepper, de acordo com a CBS Sports, estaria inclinado a fazer mudanças na comissão técnica/diretoria caso a equipe não dê a volta por cima.

Com a 22ª equipe da NFL em jardas aéreas cedidas por jogo e a 21ª em pontos cedidos por jogo, a defesa parece ser o ponto focal das mudanças em meio ao caos. Ron Rivera é um técnico de mentalidade e formação defensiva – foi na NFL, aliás. Assim, depois da última derrota ante o Tampa Bay Buccaneers, as mudanças vieram nos técnicos responsáveis pelo pass rush e pela secundária.

O técnico de linha defensiva, Brady Hoke, e o assistente de secundária, Jeff Imanura, foram demitidos. Eric Washington, que assumiu o cargo de coordenador defensivo depois da saída de Steve Wilks (agora nos Cardinals), perderá a função de chamar as jogadas. Ao que tudo indica, com o navio afundando, Rivera quer o controle do leme para recuperar as coisas ou afundar como capitão do navio.



“prmo"
São quatro jogos até o fim da temporada. Browns fora de casa, Saints e Falcons em casa e o final da temporada contra os Saints – fora de casa. Até por conta disso as mudanças defensivas: se não for feito nada, o time provavelmente afundaria ante o potente ataque de New Orleans.

Com a nota de corte do Wild Card da NFC sendo em 9 ou 10 vitórias e desvantagem no critério de desempate ante os Seahawks (confronto direto), a temporada dos Panthers subiu no telhado. Mudanças severas foram feiras. Surtirão efeito? Cenas dos próximos capítulos.

Exclusivo de nossos assinantes – assine agora com essa oferta de 30% de desconto
🏈 PRO! | Mayfield “volta a terra” e finalmente Texans vencem… E convencem
🏈 PRO! | Wilson e Bobby Wagner fazem partida fantástica e mostram-se pilares do “novo” Seahawks
🏈 PRO! | A vitória “cultural” de Bill Belichick e dos Patriots sobre os Vikings
🏈 PRO! | Apagão de New Orleans cria preocupações num time favorito




SIGA-NOS!

Siga-nos no Instagram: @antonycurti
Inscreva-se em nosso canal do YouTube, vídeos novos toda semana.