NFL

Kickoff: O guia para saber o que ver e o que esperar na Semana 7 da NFL

5-0 é a campanha atual do Minnesota Vikings e aquela que, discutivelmente, é a melhor defesa da NFL neste ano estará enfrentando um calouro do outro lado. Tudo bem que Carson Wentz tem um belo início de carreira, mas Washington, na semana passada, pode ter dado o caminho das pedras para bater Wentz: não mandar blitz, porque aí ele se livra rápido da bola e os recebedores brilham com jardas após a recepção. Minnesota é o tipo de time que pode gerar pressão só com quatro homens, sem a necessidade da blitz.

No lado ofensivo da bola, Sam Bradford ainda não foi interceptado nesta temporada. Caso os Vikings consigam mais uma vitória e mais um jogo sem interceptação, serão o primeiro time desde 1933 (quando o passe para frente foi liberado em qualquer ponto atrás da linha de scrimmage) a terem campanha invicta sem interceptação.

Curiosidade absurda sobre Vikings vs Eagles: Carson Wentz foi estela em North Dakota, um lugar que não tem time de futebol americano profissional. Além do time onde Wentz jogou, no College, o pessoal por lá torce para…  Os Vikings, dado que são o time da NFL mais próximo.

Brady continua en fuego

São quatro jogos fora da temporada e dois dentro. Nesses dois, Tom Brady teve estatísticas absurdas: são 782 jardas (mais de 350 por jogo, portanto), seis touchdowns e nenhuma interceptação. A marca de mais jogos seguidos com mais de 300 jardas e sem ser interceptado pertence de forma conjunta a Brett Fav.. (até parece que ele ia ficar tanto tempo sem ser interceptado) a Peyton Manning e Drew Brees, com 5. Do jeito que as coisas andam no Tom Brady’s Angry Revenge Tour, a possibilidade é real.

Brady e os Patriots enfrentam um Steelers que outrora poderia forçar uma “simulação de Final de Conferência” em pleno outubro. Sem Ben Roethlisberger, machucado, a secundária de Pittsburgh não terá um parceiro do outro lado da bola para compensar suas falhas. Considerando partidas sem o camisa 7 desde 2005 (quando Roethlisberger teve a temporada inteira como titular pela primeira vez), os Steelers têm 12 vitórias e 9 derrotas.

Curiosidade absurda sobre Patriots vs Steelers: Antonio Brown tem 43 touchdowns na carreira e todos eles foram passados por Ben Roethlisberger. Se o titular não está ele simplesmente não joga da mesma maneira. Motivo? Bom, a sintonia entre os dois é fora de série – principalmente quando Brown precisa improvisar as rotas ao mesmo tempo que Roethlisberger ganha tempo no pocket. Landry Jones, o reserva, não tem esse poder.

O melhor jogo da semana (finalmente!!!) é o Sunday Night Football

O Arizona Cardinals teve um início de temporada um tanto quanto questionável, para não dizer outra coisa. A equipe, de toda forma, vem se recuperando mas teve uma semana “menor” para descansar, dado que jogou na segunda a noite contra o New York Jets em vitória maiúscula contra Todd Bowles, seu ex-coordenador defensivo e agora treinador dos Jets.

A ESPN desenvolve uma projeção interessante, chamada de FPI: é como se fosse um power ranking misturado com projeções de chances de playoff. No momento, os Cardinals têm a sexta melhor chance de ir para a pós-temporada – considerando apenas os times da NFC, são 54%. Se ganhar de Seattle, as chances sobem para 65%. Se perder, caem para 34%. Ou seja: aparte da rivalidade, é um jogo importante DEMAIS para Arizona.

Abaixo, o trecho de “5 melhores duelos individuais da Semana 7”, por Eduardo Miceli, o qual você pode ler clicando aqui.

Calais Campbell e Chandler Jones tem sido excelentes na linha defensiva, a dupla de safeties é uma das mais fortes da NFL e Patrick Peterson é, ao meu ver, o melhor cornerback em atividade. Todo esse poder de fogo contra uma linha ofensiva que é porosa, para ser gentil.

Apenas para ilustrar, se analisarmos as notas que o site americano Pro Football Focus atribui à linha ofensiva do Seattle Seahawks, apenas o center Justin Britt está acima de 70. Estas notas levam em consideração o desempenho em snaps corridos e aéreos. Os outros quatro companheiros de Britt estão abaixo da média – no ensino médio, ficariam de recuperação direto.

Se considerarmos que Russell Wilson não está com a mesma mobilidade – lesões no tornozelo e joelho limitam o quarterback – será uma noite dura para o jogar lá em Arizona. Se levarmos em conta, ainda, as tendências de utilizar muitas blitzes da defesa dos Cardinals, a linha ofensiva dos Seahawks precisa aparecer para manter o time na partida.

  • O jogo com um festival de pontos deve ser: Chargers @ Falcons – duas equipes sem pass rush e com dois quarterbacks sólidos
  • O jogo que não vai passar na TV brasileira mas que deve ser legal: New Orleans @ Kansas City deve ser uma partida decidida no final.
  • Fique de olho: no Tennessee Titans, time que pode roubar a AFC South no final do campeonato. Vitória contra os Colts amanhã é tendência
  • Parece que vai ser chato, mas pode ser equilibrado: Ravens @ Jets. Baltimore tem um festival de desfalques e Geno Smith pode entrar com vontade. Não que vá ser um baita jogo, mas pode ser decidido só no final. Sabe aquelas partidas que terminam 21 x 20? Então.
  • Fuja: Browns @ Bengals: pode até ser um jogo legal com eventual vitória dos Browns, mas não há tantos atrativos aqui

Os favoritos em Las Vegas


Abaixo quais times são favoritos nas bolsas de apostas. As linhas estão de acordo com o que foi postado no sábado, 22 de outubro, às 17h, lá na SportingBet. A linha funciona assim: onde está o “-x” significa por quantos pontos dado time, de acordo com a bolsa de apostas, é favorito.

  • Rams vs Giants (-3)
  • Bills (-3) at Dolphins
  • Raiders at Jaguars (-1)
  • Colts at Titans (-3)
  • Washington at Lions (-1)
  • Saints at Chiefs (-6)
  • Ravens at Jets (-2)
  • Vikings (-3) at Eagles
  • Browns at Bengals (-10)
  • Chargers at Falcons (-6,5)
  • Buccaneers at 49ers (sem favorito)
  • Patriots (-7) at Steelers
  • Seahawks at Cardinals (-1,5)
  • Texans at Broncos (-9)

As lesões mais importantes antes da Semana 7

Todos os jogadores aqui listados estão marcados como “questionáveis para jogo” de acordo com o injury report oficial da NFL. Ou seja, questionáveis = 50% de chance e a decisão de jogar ou não deve ser feita logo antes das partidas.

  • LeSean McCoy (parte posterior da coxa, RB, Bills)
  • Terrelle Pryor (parte posterior da coxa, WR, Browns)
  • Tyler Eifert (costas, tornozelo, TE, Bengals)
  • Jamaal Charles (joelho, RB, Chiefs)
  • Joe Flacco (ombro direito, QB, Ravens)
  • Stefon Diggs (virilha, WR, Vikings); Laquon Treadwell (polegar, WR, Vikings)
  • Martellus Bennett (tornozelo, TE, Patriots), Julian Edelman (pé, WR, Patriots), Jamie Collins (quadril, LB, Patriots)
  • Robert Quinn (ombro, DE, Rams)
  • Latavius Murray (dedo do pé, RB, Raiders)
  • Julius Thomas (tornozelo, TE, Jaguars)
  • DeSean Jackson (ombro, WR, Washington)
  • Ezekiel Ansah (tornozelo, DE, Lions)
  • Carson Palmer (parte posterior da coxa, QB, Cardinals)

Jogo rápido para a Semana 7 do Fantasy Football, por Eduardo Miceli

1 – Se você tem medo de escalar Spencer Ware, não tenha. Andy Reid já disse que Jamaal Charles ainda não está pronto para uma “carga completa” neste final de semana. Além disso, o New Orleans Saints tem cedido 4.3 jardas por tentativa no jogo corrido, além de ter cedido 11 touchdowns terrestres – pior marca da NFL.

2 – Kyle Rudolph é um dos meus tight ends favoritos para a semana. A narrativa de que a defesa dos Eagles é boa contra a posição (2ª em jardas por jogo para a posição) não me engana. O time enfrentou Gary Barnidge recebendo de Robert Griffin III, um Chicago Bears que perdeu Jay Cutler e não tinha game plan para Hoyer, o Detroit Lions sem Eric Ebron e o Washington Redskins – sem Jordan Reed. Além disso, Sam Bradford gosta de ativar seu tight end: nas partidas de Rudolph com o ex-Ram, já são 29 targets e 17 recepções para 171 jardas e 3 touchdowns em quatro partidas.

3 – Ainda falando de tight endsVernon Davis é uma excelente opção. Na ausência de Jordan Reed, o veterano anotou seu primeiro touchdown em dois anos no último domingo. Contra o Detroit Lions, que cedeu 7 touchdowns em sete semanas para a posição, Davis pode ser o seu tight end neste domingo. Outro nome interessante é Jack Doyle, do Indianapolis Colts, que já mostrava produção com Dwayne Allen saudável – com Allen lesionado, Luck deve procurar ainda mais o jogador.

Cobertura completa da Semana 7: 

Programação da TV no domingo e na segunda

Domingo (23 de outubro)

11h30 HV/10:30 N/NE – Los Angeles Rams vs New York Giants  – ESPN e Esporte Interativo (Londres)
15h HV/14h N/NE – Baltimore Ravens @ New York Jets – ESPN
15h HV/14h N/NE – Minnesota Vikings @ Philadelphia Eagles – Esporte Interativo
18h05 HV/17:05 N/NE – San Diego Chargers @ Atlanta Falcons – ESPN +
18h05 HV/17:05 N/NE – New England Patriots @ Pittsburgh Steelers – ESPN
22h25 HV/21:25 N/NE – Seattle Seahawks @ Arizona Cardinals – ESPN e Esporte Interativo (SNF)

Segunda-feira (24 de outubro):

22h25 HV/21:25 N/NE – Houston Texans @ Denver Broncos – ESPN (MNF)

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony, ou nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

Kickoff: O guia para saber o que ver e o que esperar na Semana 7 da NFL

Mais lidas da Semana

To Top