Uma senha sera enviada para seu e-mail

A famosa Legion of Boom está desfalcada. A defesa, que assombra adversários desde a temporada de 2011, está sem duas de suas principais peças: Richard Sherman, o shutdown cornerback, e Kam Chancellor, o safety que nunca foge de um bom contato. Sherman rompeu o tendão de Aquiles na vitória contra o Arizona Cardinals e não joga mais em 2017. Na mesma partida, Chancellor machucou o joelho. Mas foi só nesta segunda-feira que Pete Carroll anunciou que o safety também está fora da temporada. E aí, dá pra chegar nos playoffs sem boa parte da temida Legion of Boom? Dá.

“seattle"

Tudo bem que essa semana não foi lá a melhor possível para os Seahawks. Eles até que derrotaram o pobre San Francisco 49ers por 24 a 13 em mais uma boa atuação de Russell Wilson. Seattle está, neste momento, na sétima posição da NFC com 7-4. Os Falcons têm as mesmas 7 vitórias e 4 derrotas, mas levam vantagem no confronto direto, logo, estão na 6ª e última vaga do Wild Card. Então por que eu ainda acho que os Seahawks vão para a pós temporada?

A resposta é bem simples. Eu confio mais em Russell Wilson do que nos outros quarterbacks em questão. E olha que ele não está mal acompanhado, não. Estamos falando de Matt Ryan, Jared Goff de 2017, Matthew Stafford e Cam Newton. Nessa brincadeira, temos 2 MVPs, o maior contrato da história e uma 1ª escolha de draft! Mas, sim, eu ainda aposto nos Seahawks cavando a última vaga do Wild Card.

Leia também: Será que não está na hora de considerar Russell Wilson na briga pelo MVP?

Seattle tem cinco jogos complicados daqui até o fim da temporada (Philadelphia, @Jacksonville, Los Angeles, @Dallas e Arizona). Esses times têm, combinados, uma campanha de 36 vitórias e 20 derrotas. Nas minhas contas, se Seattle conseguir fazer 4-1 nessa sequência (vencendo os Rams), eles estarão nos playoffs. Se vencerem 3 dos 5, possivelmente um Wild Card. Se perderem 3 jogos, Pete Carroll perderá a pós-temporada apenas pela segunda vez desde que está no comando do time.

Torce para o Seattle Seahawks? Confira aqui uma linha de produtos do time e da cidade de Seattle para você! Tem chaveiro, cards, colecionáveis, camisetas e muito mais 😀

Claro que não é uma tabela fácil. Mas, se serve de consolo, o Atlanta Falcons e o próprio LA Rams, líder da divisão, também têm jogos complicados. Os Rams, além de enfrentarem os Seahawks no CenturyLink Field (o que nunca é tarefa fácil), ainda enfrentam os Eagles e o Tennessee Titans, que apesar de toda a desconfiança, lideram a AFC South.

Eu nunca fui um grande fã de Matt Ryan, sempre o achei superestimado. Atlanta não me passa confiança. Mesmo tendo o critério de desempate contra Seattle a seu favor, os Falcons têm a tabela mais difícil entre esses aspirantes aos playoffs. Vikings, Saints duas vezes e Panthers. Se eles passarem bem dessa sequência, merecem ir à pós-temporada. No final das contas, a NFC South pode acabar se matando entre si.



A prova de que Seattle é muito grande e tem de ser respeitado é justamente essa. Sem dois dos seus principais talentos na defesa, com uma OL horrível e sem jogo corrido, ainda estamos colocando o time de Wilson e Pete Carroll na conversa para os playoffs. Isso sozinho já é um baita feito. Mas, conhecendo o head coach e o quarterback, duvido que isso já seja o suficiente.

Comentários? Feedback? Siga-nos no twitter em @profootballbr e curta-nos no Facebook

“RODAPE"