Uma senha sera enviada para seu e-mail

O tight end do New England Patriots, Rob Gronkowski, não foi nada enfático sobre jogar a próxima temporada da NFL. Minutos após um histórico segundo tempo – no qual acabou saindo derrotado, o camisa 87 dos Patriots foi perguntado pela imprensa em coletiva sobre seu futuro e uma possível aposentadoria.

“Vou pensar bem sobre isso, com certeza… Vou sentar e refletir nas próximas semanas para saber onde estou”, disse ao ser inquirido sobre potencial aposentadoria. Gronkowski sofreu (mais uma) concussão na vitória do New England Patriots sobre o Jacksonville Jaguars na final da Conferência Americana. O tight end saiu no primeiro tempo e era dúvida para o Super Bowl LII até o final da última semana.




Após essa resposta, os repórteres continuaram martelando e perguntando sobre aposentadoria. “Não estou pronto para esse tipo de pergunta agora… Vou sentar, refletir, falar com meus companheiros de equipe… Lutamos por um ano todo. (…) Apenas vou refletir e ver o que acontece”, falou.

Gronkowski tem apenas 28 anos, mas um histórico extenso de lesões. Não jogou o Super Bowl LI com lesão nas costas e no outro que tinha entrado em campo, estava baleado com o tornozelo lesionado (Super Bowl XLVI). Durante sua carreira, Gronk foi colocado na reserva de machucados em três oportunidades – encerrando sua temporada – com lesão no braço, ligamento anterior cruzado e medial do joelho e lesão nas costas. Nas últimas três temporadas, teve lesão na coxa, pulmão (!!!) e na parte posterior da coxa.

“patriots"

Claro: não é a primeira vez que um jogador fala isso e acaba voltando – principalmente de cabeça cheia após uma derrota dolorosa.

Na temporada passada, Ben Roethlisberger falou a mesma coisa – não se comprometendo em voltar – após a derrota ante os Patriots na final da AFC de 2016. E voltou. Com Rob Gronkowski, bem mais novo, pode acontecer a mesma coisa – diria até que é meu palpite. Mas é algo para se observar nas próximas semanas e meses.

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony ou no facebook – e ainda, nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

Textos Exclusivos do ProClub, Assine! 

Aaron Donald como jogador defensivo do ano: os motivos que fazem isso ser justo
Antonio Brown poderia facilmente ser eleito o jogador ofensivo do ano
Os 10 melhores Super Bowls de todos os tempos
Jared Goff: a grata surpresa do ano de 2017

A garantia de Joe Namath no Super Bowl III