Uma senha sera enviada para seu e-mail

Pela primeira vez na “Era Russell Wilson”, o Seattle Seahawks não vai para a pós-temporada. Não que ele tenha alguma culpa, porque fez o que dava – quebrou o recorde de touchdowns no último quarto e foi responsável por todos eles dos Seahawks (menos um) na temporada. Ah, e foi o líder em jardas terrestres do time também.

Wilson fez o que pode e teve que ser quase como um mártir muito porque a defesa esteve bastante desfalcada nesta temporada. E a próxima temporada deve ser bem diferente em alguns aspectos. Para começar, dois elementos importantes da unidade defensiva, Kam Chancellor e Cliff Avril, terminaram o ano na reserva dos machucados e o técnico do time, Pete Carroll, não mostra otimismo.

“seattle"

Mudanças a caminho nos Seahawks?

Segundo entrevista de Carroll para uma rádio local, ambos terão “dificuldade para jogar futebol americano novamente”. Os dois tiveram lesão no pescoço e, no caso de Avril, há bastante peso no teto salarial para a próxima temporada. Se cortado por Seattle, o time consegue queimar 7,5 milhões de salário daquele – devendo só 500 mil de dinheiro garantido. O caso de Chancellor é um pouco mais delicado nesse sentido, porque ele acabou de assinar novo contrato – se cortado no ano que vem, 7,5 milhões ficam presos em 2018 como “dinheiro morto” no teto salarial.

Richard Sherman é outro que pode ser cortado, dado que tem salário alto e não produz como outrora – até por conta de lesões. Sherman é o terceiro jogador mais bem pago do Seattle Seahawks, com salário de 13 milhões para a próxima temporada. Se for cortado, os Seahawks economizam 11 milhões e apenas 2 contarão como dinheiro preso no teto salarial.

Seja como for, algumas mudanças devem estar no caminho da franquia. Manter o time como no início da temporada 2017 parece algo cada vez mais distante.

Mais Notícias: 
Jon Gruden deve ser o novo treinador do Oakland Raiders
Doações à fundação de Andy Dalton quebram recordes após TD que classificou os Bills
Aos 65 anos, Bruce Arians se aposenta e não é mais técnico dos Cardinals

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony ou no facebook – e ainda, nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

“RODAPE"