Uma senha sera enviada para seu e-mail




Falta praticamente um dia para oício da Copa do Mundo FIFA 2018 e, naturalmente, a pauta esportiva gira em torno do evento. Hoje, 13, a FIFA anunciou que haverá uma sede tripla no torneio de 2026: a América do Norte em conjunto sediará jogos do torneio. Será a segunda vez que a Copa funcionará com mais de uma sede: em 2002, Coreia do Sul e Japão dividiram os jogos.

Os Estados Unidos sediarão o certame pela segunda vez. A primeira foi em 1994 e, para aproveitar o clima de Copa, estou fazendo um especial no Instagram com os estádios da NFL que foram sede de partidas no torneio que culminou com o tetracampeonato da seleção brasileira.

Agora, o panorama será semelhante: o grande trunfo da candidatura norte-americana se repete: já há vários estádios “padrão FIFA” que estão prontos. Como eles são usados de setembro a fevereiro, durante a temporada da NFL, não há qualquer impedimento para que sejam utilizados na Copa – tal como em 1994.

De acordo com informações oficiais da bid da Copa do Mundo FIFA 2026, são 16 cidades-sede nos Estados Unidos, três no México e três no Canadá. A maior quantidade de cidades se dá por conta do aumento (inchaço) no número de participantes: de 32 atuais, serão 48 em 2026.

A menos que algo mude nos próximos oito anos, a final está programada para o MetLife Stadium (Nova York), atual casa de New York Giants e New York Jets. As semis para o Mercedes-Benz Stadium, casa do Atlanta Falcons, e no AT&T Stadium, casa do Dallas Cowboys. Os três estádios, em 2026, já terão sediado Super Bowls – XLVIII, XLV e LIII, respectivamente.

Adicionalmente, Los Angeles será cidade-sede. Na bid, não consta o bilionário estádio de Los Angeles Rams e Los Angeles Chargers – ainda em construção, mas certamente pronto em 2026. O icônico Rose Bowl Stadium e a sede provisória para segunda maior cidade dos Estados Unidos – o estádio já foi sede de Super Bowl e lá aconteceu a final da Copa do Mundo de 1994.

Leia também: 🔒 História: O que aconteceu com os estádios de futebol americano usados na Copa do Mundo de 1994?

Chicago e o Soldier Field, sede da abertura da Copa de 1994, voluntariamente se retiraram da bid. O US Bank Stadium, sede do último Super Bowl em Minnesota, também se retirou voluntariamente. Além de Chicago, Detroit é a outra sede que não volta para essa edição da Copa em território americano.

Leia também: 
Andrew Luck volta a lançar a bola e pode estar pronto para a pré-temporada
Estimativa de Vitórias: Ano de “vai ou racha” para Flacco nos Ravens
(Não) Troca de Gronkowski : Patriots teriam tentado negociação três dias antes do Draft
Lamar Jackson já empolga companheiros de equipe nos Ravens

Abaixo, a lista completa de cidades-sede com estádios da NFL sendo utilizados

Mercedes-Benz Stadium – Atlanta (Falcons)
MT&T Bank Stadium – Baltimore (Ravens)
Gillette Stadium – Boston/Foxboro (Patriots)
Paul Brown Stadium – Cincinnati (Bengals)
AT&T Stadium – Dallas (Cowboys)
Sports Authority Field at Mile High – Denver (Broncos)
NRG Stadium – Houston (Texans)
Arrowhead Stadium – Kanass City (Chiefs)
Hard Rock Stadium – Miami (Dolphins)
Nissan Stadium – Nashville (Titans)
MetLife Stadium – Nova York/East Rutherford, NJ, (Giants/Jets)
Camping World Stadium – Orlando (Pro Bowl)
Lincoln Financial Field – Philadelphia (Eagles)
Levi’s Stadium – Santa Clara/San Francisco (49ers)
Century Link Field – Seattle (Seahawks)
FedEX Field – Washington (Redskins)




SIGA-NOS!

Siga-nos no Instagram: @antonycurti
Inscreva-se em nosso canal do YouTube, vídeos novos toda semana.