Uma senha sera enviada para seu e-mail

Embora… Ele possa até vir, de fato. Hoje, o Denver Broncos anunciou o corte do running back C.J Anderson – no papel, o principal corredor do time nos últimos anos. A bem da verdade, o corte era algo esperado e já há algum tempo era esperado que acontecesse.

Há vários motivos para isso. Primeiro, as lesões: A única temporada em que jogou todas as partidas aconteceu em 2017. Antes, em todos os anos, Anderson perdeu jogos por conta de lesão – em 2016, inclusive, perdeu mais da metade dos jogos.

Depois, o salário: ele não era, nem de perto, compatível com o salário do jogador. 4,5 milhões nesta temporada. Como os dois anos restantes (2018, 2019) não eram garantidos, os Broncos não teriam nenhuma penalidade no teto salarial após o corte.

Junto a isso… Uma classe extremamente profunda na posição de running back. Os Broncos podem usar uma escolha de segunda ou terceira rodada num jogador mais barato, mais jovem e com teto de produção maior do que o de C.J. Anderson. Nick Chubb, por exemplo, deve estar disponível no topo da segunda rodada. Darius Guice, segundo back da classe, também pode até aparecer – embora este redator que vos escreve ache difícil.

Barkley?

Como o Denver Broncos está no topo da primeira rodada e isso é alcance para Saquon Barkley – o mais talentoso prospecto de running back desde Adrian Peterson, em 2007 – a especulação que naturalmente surge é que o time cortou Anderson para draftar Saquon Barkley. Pode até acontecer, mas não é o histórico de John Elway.

Ademais, o time tem outras necessidades posicionais. Denzel Ward pode estar disponível na quinta escolha e os Broncos precisam de um cornerback após a troca de Aqib Talib. Quenton Nelson, offensive de Notre Dame, faria mais sentido também. E, claro, Bradley Chubb pode ser uma opção com o quarto ano de uma carreira não produtiva se avizinhando para Shane Ray.

Fato é que a segunda/terceira rodada parece mais interessante para os Broncos: há profundidade de talento e o histórico de running backs de segunda rodada é bem-vindo nos últimos anos. A menos que John Elway esteja completamente apaixonado por Saquon, não considero que o corte de Anderson seja para draftar o prospecto de Penn State.

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony ou no facebook – e ainda, nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.