Decisão de cortar Gould segue custando caro aos Bears

Desde que saiu de Chicago, Gould vem sendo um dos melhores kickers da NFL

No dia 6 de setembro de 2016, Robbie Gould foi cortado do elenco do Chicago Bears. A decisão nunca foi unânime, apesar de justificável em alguns pontos. Poucos mais de dois anos após o corte realizado pelo gerente geral Ryan Pace, o veterano kicker vem sendo um dos melhores da NFL, enquanto os chutadores dos Bears estão decepcionando.

Após o erro de Cody Parkey no jogo de ontem (6) diante do Philadelphia Eagles, agora os kickers dos Bears estão com 60 acertos em 79 tentativas desde a saída de Gould, o que representa a pior marca de toda NFL. Desde então, além de Parkey, a equipe testou Connor Barth, Mike Nugent e Cairo Santos.

Gould, por outro lado, vem sendo praticamente automático. Desde o início da temporada de 2016, ele acertou 82 field goals de 85 tentados, de longe a melhor marca da NFL nesse período — em que atuou por New York Giants e San Francisco 49ers.


“STEELERS"

Quando Pace cortou Gould do elenco, o general manager pensava que Barth seria o substituto natural do kicker. No entanto, sua passagem nos Bears durou apenas duas temporadas e ele só apenas 29 de 39 chutes.

É claro que tomar decisões na NFL muitas vezes envolvem riscos altos e o curso da história tende a ser imprevisível, porém, é provável que se os Bears continuassem com Gould a equipe não teria tantos problemas com kickers em um curto espaço de tempo.

Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.