Uma senha sera enviada para seu e-mail

New England Patriots com duas semanas – estavam de folga – para se preparar e Brock Osweiler de titular: eis o cenário que vem pela frente. Ao menos, o torcedor dos Broncos volta àquele que fora o palco da melhor partida da carreira de Oz: justamente um Sunday Night contra os Patriots.

Segundo o insider que cobre os Broncos, Mike Klis, Brock Osweiler será o titular novamente – mesmo após um jogo para esquecer contra o Philadelphia Eagles. Na partida de ontem, Osweiler terminou o jogo com 19/38 passes lançados para apenas 208 jardas, um touchdown (no garbage time) e duas interceptações. As duas, absurdas. A segunda, abaixo.

Em nenhuma realidade um quarterback titular pode se dar ao luxo de rifar a bola dessa forma, fora de casa, pressionado e, na leitura antes do snap, sabendo que há um safety em profundidade. De toda forma, Vance Joseph, técnico dos Broncos, ainda não perdeu a confiança em seu quarterback. “Acho que Brock ganhou [a chance]. Merece mais uma semana para provar [que é nosso quarterback]”, disse Joseph.

O carrossel de quarterbacks em Denver, infelizmente, parece continuar. Aparte de qualquer problema (e são muitos) com Osweiler, a intenção de Joseph parece clara: brecar esse carrossel. A filosofia dos Broncos com a posição, para 2017, é de que pior que tá, não fica. A esperança do torcedor, claro, é essa. A de Vance também. A probabilidade de Osweiler dar certo em Denver, com aquela linha ofensiva e passando mais de 30 jogos por jogo… Aí é complicado.