Patriots assinaram com Malcolm Butler – o defensor ainda pode ser trocado – Pro Football: NFL | Brasil | College | Futebol Americano
Notícias da NFL

Patriots assinaram com Malcolm Butler – o defensor ainda pode ser trocado

É, antes não podia, porque ele estava no limbo daquela situação de ser agente livre restrito e não estar no elenco. Agora, teoricamente, pode – se é que vai acontecer. O New England Patriots assinou contrato com o cornerback Malcolm Butler de acordo com a tender de free agent restrito. Após isto, o cornerback está elegível para ser trocado até a Semana 8 da temporada 2017. O contrato de tender é de um ano e 3,91 milhões de dólares.

Butler visitou o New Orleans Saints no mês passado, mas os Saints não quiseram oferecer a primeira escolha geral (11ª) como compensação para os Patriots (de acordo com as regras da free agency). Ao invés disso, New Orleans estaria disposto a mandar a 32ª escolha para New England – a qual só poderia ser trocada APÓS Butler estar sob contrato em Foxboro. A 32ª é a escolha que Bill Belichick mandou para a Lousiana em troca de Brandin Cooks, wide receiver.

Ou então os Saints podem esperar mais um ano: Butler seria passe livre irrestrito, podendo assinar com qualquer equipe em março do ano que vem – sem que necessariamente essa equipe tenha que compensar o New England Patriots de alguma forma (no caso, a própria NFL daria uma escolha compensatória no Draft, a partir da terceira rodada, no Draft 2019).

Em sua coletiva de imprensa nesta semana, o Diretor de Elenco dos Patriots, Nick Caserio, foi perguntado várias vezes sobre Butler – mas declinou comentar algo. “Agora estamos focados em nos prepararmos para o Draft”, disse. “É onde está nosso foco. Eu não antecipo muitas transações entre hoje e a próxima quinta ou sexta (os dois primeiros dias de Draft). Poderia isso mudar? Digo… É a NFL. As coisas podem mudar num piscar de olhos”, completou.

Caserio, portanto, deixa a porta aberta para uma eventual troca. Aos 27 anos, Malcolm Butler seria um dos melhores nomes disponíveis no mercado no ano que vem. Não draftado em 2014 e herói no Super Bowl XLIX ao interceptar Russell Wilson no final do quarto período, Butler não conseguiu “forçar” Bill Belichick a quebrar uma regra antiga: o técnico/general manager dos Patriots raramente investe pilhas de dinheiro em jogadores de secundária. Há um histórico, inclusive, dele bancar a Elsa e Let it Gooooo para veteranos da posição. Lawyer Milloy, Ty Law, Asante Samuel e Darrelle Revis são alguns dos exemplos – somados de Logan Ryan neste ano.

QUER SABER AS NECESSIDADES DO SEU TIME PARA DRAFT? CONFIRA NOSSO ÍNDICE

Ao invés de assinar com Butler, Belichick procurou um “seguro” no caso de não contar com Malcolm na próxima temporada. Os Patriots contrataram Stephon Gilmore, escolha de primeira rodada em 2012 e que vem de temporada no qual foi para o Pro Bowl e onde teve cinco interceptações. Embora 2016 não tenha sido a melhor das temporadas de Gilmore, ele teve grande ano em 2015 e a promessa é que faça boas atuações na secundária patriota.

Butler, portanto, ainda pode ser trocado. Será? Difícil saber com certeza. A talentosa classe de defensive backs no próximo Draft faz com que os general managers da NFL, já tradicionalmente conservadores no que diz respeito a trocas, o sejam ainda mais.

Comentários? Feedback? Siga-me no twitter em @CurtiAntony, ou nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.


“RODAPE"

Patriots assinaram com Malcolm Butler – o defensor ainda pode ser trocado
Topo