Uma senha sera enviada para seu e-mail

Aaron Rodgers está no meio de uma negociação com o Green Bay Packers que promete ser extensa. E o quarterback não está nada feliz com o jeito como, atualmente, os contratos da NFL são geridos. Para ele, a liga poderia se espelhar na NBA como um modelo bem-sucedido nesse quesito.

“Nós (jogadores da NFL) estamos em uma situação um pouco delicada”, disse Rodgers em entrevista à Kevin Clark, do site The Ringer. “Eu acho que nós deveríamos, definitivamente, nos influenciarmos pelo jeito como a NBA lida com as questões de teto salarial. Lá, há o teto, e depois a multa para quem ultrapassa isso (luxury tax).”

O QB também citou que a chamada mid-level exception da NBA, que permite com que os jogadores tenham mais segurança, também poderia ser implementada na NFL.

Além disso, ele apoia o fim das franchise tags, visto que elas limitam a flexibilidade escolhas do jogador. “Eu acho que a tag dá muito poder aos times sobre o seu futuro, e eles podem colocar o tag em você duas vezes. Isso, claro, restringe a liberdade do jogador.”

Rodgers disse que, sem a franchise tag, forçaria as equipes a tentar com mais ênfase a renovação de contrato antes do término do mesmo. “Acho que hoje, as equipes estão oferecendo contratos longos para os jogadores que ainda não estão totalmente prontos, e quando esses caras conseguem grandes temporadas eles ficam limitados a contratos baratos”, completou o jogador.

É provável que nenhuma das sugestões de Rodgers sejam colocadas em prática tão cedo. No modo atual de contrato, as equipes ganham vantagem sobre os jogadores — especialmente na questão da franchise tag. O atual acordo trabalhista entre NFL e atletas vai até o fim da temporada 2020.
🔒 Exclusivo de nossos assinantes:
Análise do Draft: Saints arriscam com Davenport em busca de segundo Super Bowl
Análise do Draft: Falcons enriquecem ataque (ainda mais) com Ridley
Análise do Draft, Tennessee Titans: Defesa é a palavra de ordem no Draft dos Titans
Análise do Draft, Carolina Panthers: Finalmente é dada ajuda para Cam Newton no corpo de recebedores
Análise do Draft: Rams multiplicam escolhas e adicionam profundidade de talento em posições-chave
Análise do Draft, Kansas City Chiefs: Sem escolha de primeira rodada, Chiefs focam em melhorar a defesa
Análise do Draft: Chargers têm em Derwin James uma peça ideal para sua defesa