Uma senha sera enviada para seu e-mail

A semana mais inesperada da NFL aconteceu, e todos nós estamos tentando entender o que rolou e nos questionando nossos conhecimentos sobre futebol americano. Tem coisa melhor que isso?


“RODAPE"

Aproveitando esse tapete puxado sob nossos pés, estamos reformulando os prêmios da semana. Em vez de elegermos e comentarmos, de maneira breve, e, honestamente, rasa, sobre diversos tópicos, selecionaremos destaques – negativos e positivos da rodada – para falar com mais profundidade. Podemos até perder em abrangência, mas certamente ganharemos em profundidade.

Dessa forma, comentaremos os destaques da semana – o que seriam os prêmios propriamente ditos -, e, ao invés de termos dezenas de pequenos comentários, teremos alguns mais importantes e aprofundados.

Calouro da semana – Kareem Hunt, running back do Kansas City Chiefs (para variar)

As estatísticas são assustadoras. Depois de se tornar o calouro com maior número de jardas na estreia da NFL na Semana 1 1, o camisa 27 do Kansas City Chiefs segue impressionando – são três partidas consecutivas com pelo menos um touchdown de 50 ou mais jardas, liderando a NFL em jardas terrestres com 401. O segundo lugar? Dalvin Cook, com 288.

Nessas três semanas, um atributo de Kareem Hunt chama a atenção. Podemos falar basicamente como o design do Kansas City Chiefs permite que ele exploda – o que é verdade -, mas de nada adianta ter um plano sem alguém capaz para executá-lo. O grande trunfo de Kareem Hunt é seu equilíbrio, o que permite que ele quebre tackles e se mantenha correndo, conquistando jardas valiosas. Na vitória contra o Los Angeles Chargers, Hunt quebrou sete tackles, e das 172 jardas terrestres, 67 vieram após o contato 2. Hunt lidera a NFL em forçar tackles errados, com 21.

No esquema de Andy Reid, a versatilidade e resiliência de Hunt são atributos não só desejáveis, mas essenciais. Com o alinhamento de tight ends como running back (Travis Kelce), Tyreek Hill saindo do backfield, Kareem Hunt mostra-se uma ferramenta fantástica e dispara na disputa pelo prêmio de calouro ofensivo do ano. Céus, nesse ritmo ele está na luta por jogador ofensivo do ano e MVP.

Piores quarterbacks da semana – Cam Newton, Carolina Panthers e Philip Rivers, Los Angeles Chargers

Quando Case Keenum, Jared Goff e Blake Bortles são destaques da posição de quarterback, você se perguntam onde os grandes nomes foram parar. Em primeiro lugar, precisamos falar sobre Cam Newton – e falaremos, em análise tática do Jean, nesta semana.


“RODAPE"

O camisa 1 que foi MVP na temporada de 2015 está apenas na memória. Dentro de campo, Newton tem sido errático, regredido às falhas de mecânica que muitas vezes levantaram dúvidas sobre suas qualidades de pocket passer. Com três interceptações contra a (porosa) secundária do New Orleans Saints, basta pegar a primeira e a terceira da tarde.

Na primeira, Cam Newton não gira os quadris como deveria – não há fluidez alguma no movimento. O passe sai alto e P.J. Williams intercepta Cam Newton, que sequer considerou a antecipação e a presença do defensive back na jogada. Na terceira interceptação, Newton apenas ignora o bom leverage que o cornerback tinha no seu alvo, Devin Funchess e força um passe – e se ele ignorou a marcação, ele passou batido pelo safety Kenny Vaccaro, que fez a interceptação. Sinal vermelho para este ataque.

Philip Rivers, por sua vez, parecia engessado. Os passes simples pareciam sem ritmo, os longos sem precisão. Três interceptações que não deveriam jamais se repetir para um veterano de mais de uma década. 0-3 na AFC West é um péssimo lugar para se estar, e Rivers contribuiu muito para o terceiro fracasso de 2017.

Melhor jogador defensivo – DeMarcus Lawrence, Dallas Cowboys

Impressionante como a pressão sobre o quarterback melhorou lá em Dallas, e o destaque da unidade é DeMarcus Lawrence. O rusher tirou o sono de Carson Palmer, e anotou três sacks no Monday Night Football.

O que se destaca em Lawrence é sua capacidade de se adaptar às circunstâncias da jogada rapidamente. Numa jogada contra Arizona, Lawrence conseguiu pressionar Palmer e quase dois segundos depois conseguiu a interceptação. Lawrence havia mostrado essa mesma agilidade – mental e física – dissecando a linha ofensiva do New York Giants na primeira semana da temporada regular.



DeMarcus Lawrence tem todas as ferramentas para ser uma força dominante do front seven do Dallas Cowboys em 2017.

O que acharam no novo formato dos prêmios? Dê seu feedback pelo Twitter: @MiceliFF!

“RODAPE"

  1. Kareem Hunt Has Most Yards Ever in a Rookie Debut, Kansas City Chiefs Shred Patriots Defense. LISK, Jason. Acesso em 27/09/2017 – http://thebiglead.com/2017/09/08/kareem-hunt-has-most-yards-in-a-rookie-debut-since-1950-kansas-city-chiefs-shred-patriots-defense/
  2. Acesso em 27/09/2017 – https://twitter.com/i/web/status/912317508992028672