Uma senha sera enviada para seu e-mail

Abençoada seja a semana 13 e a sua considerável lista de excelentes confrontos. Destaque para os duelos entre Saints x Panthers, Vikings x Falcons e Eagles x Seahawks. Além disso, temos várias histórias interessantes em partidas menos badaladas, como Garoppolo estreando para valer nos 49ers, o caos em New York e o retorno de Josh Gordon aos gramados.

E o mais legal é que quase tudo isso estará passando na televisão. Prepare-se, pois talvez estejamos diante da melhor rodada da temporada.



Transmissões semana 13

Quinta-feira, 30 de novembro

23h30 HV/22:30 N/NE – Washington Redskins @ Dallas Cowboys – ESPN

Domingo, 03 de dezembro

16h HV/15h N/NE – Detroit Lions @ Baltimore Ravens – ESPN

16h HV/15h N/NE – Minnesota Vikings @ Atlanta Falcons – ESPN Extra

19:25h HV/18:25h N/NE – Los Angeles Rams @ Arizona Cardinals – ESPN+

19:25h HV/18:25h N/NE – Carolina Panthers @ New Orleans Saints – ESPN

23h25 HV/22:25 N/NE – Philadelphia Eagles @ Seattle Seahawks – ESPN (SNF)

Segunda-feira, 04 de dezembro

23h25 HV/22:25 N/NE – Cincinnati Bengals @ Pittsburgh Steelers – ESPN (MNF)

Confronto decisivo na NFC South

Pela segunda semana consecutiva, estamos colocando uma partida dos Saints como maior destaque da rodada. Nada mais justo quando a partida em questão vale a liderança da divisão e reunirá duas equipes com o record 8-3. No final da tarde de domingo, New Orleans receberá Carolina, em um duelo eletrizante e com implicações enormes na briga pelos playoffs.

Os Saints viram sua sequência de oito vitórias seguidas chegar ao fim na Semana 12, diante dos Rams. Mais do que a derrota, porém, o que chamou a atenção foi o fraco desempenho defensivo. A franquia estava sem alguns jogadores importantes no setor, como o defensive end Alex Okafor e a sua dupla de cornerbacks titulares (Marshon Lattimore e Ken Crawley). Deste modo, sucumbiu diante do ataque de Sean McVay, Jared Goff e cia., sobretudo pelo alto, já que até fez um bom trabalho parando Todd Gurley pelo chão.

Em suma, pudemos ver como Lattimore, um dos candidatos mais fortes ao prêmio de calouro defensivo do ano, faz falta para essa secundária. Sem ele e Crawley em campo, a defesa de New Orleans voltou a dar pesadelos aos torcedores. A boa notícia, contudo, é que ambos retornaram aos treinamentos e talvez joguem contra Carolina.

Do outro lado da bola, vale destacar mais uma vez a performance espetacular de Alvin Kamara. O running back somou 97 jardas terrestres, 101 aéreas e dois touchdowns diante dos Rams. Nesta altura, Kamara já não é mais um azarão na corrida pelo prêmio de calouro ofensivo da temporada, mas sim um dos favoritos, ainda mais com a queda no rendimento de Kareem Hunt.

Carolina, por sua vez, vem de quatro triunfos seguidos e vive um momento de franca evolução ofensiva, após um começo de temporada complicado neste quesito. Cam Newton está atuando bem e Devin Funchess vem se transformando em um recebedor muito confiável, principalmente depois da saída de Kelvin Benjamin (aliás, alguém está sentido saudades dele no ataque dos Panthers?). Não por coincidência, Funchess soma 286 jardas e dois touchdowns na últimas três partidas, ou seja, desde que Benjamin foi trocado com os Bills e ele virou o principal wide receiver do time.

Em 2017, os Panthers tentam repetir a história de 2013, quando passaram boa parte do ano atrás de New Orleans na classificação, porém assumiram a liderança da NFC South (e posteriormente conquistaram o título) ao vencer um confronto direto no final da temporada. É o que pode acontecer no domingo. Não bastasse isso, o drama só aumenta ao lembrarmos que o perdedor além de tudo pode ver Atlanta (7-4) encostar. Como dissemos no primeiro parágrafo, é um duelo com enormes implicações na disputa pelos playoffs.

Destaques relâmpagos

New York Giants @ Oakland Raiders: O destaque aqui, infelizmente, será ver Eli Manning esquentando o banco de Geno Smith. Ben McAdoo resolveu chutar o pau da barraca e colocar Manning na reserva, encerrando sua sequência de 14 anos e 210 jogos seguidos como titular do time. Já repercutimos bastante a controversa atitude do treinador aqui no ProFootball, tanto que inclusive temos um seção especial no site sobre o assunto, então, neste espaço, vamos apenas nos limitar a repetir que se trata de uma das decisões mais desrespeitosas com um ídolo de uma franquia já vistas na história da NFL.



San Francisco 49ers @ Chicago Bears: Ao contrário da polêmica em New York, em San Francisco temos uma mudança na posição de quarterback que não causou nenhuma controvérsia. Sai C. J. Beathard, entra Jimmy Garoppolo. O ex-reserva de Tom Brady entrou na partida do último domingo, lançou um touchdown e ganhou a confiança de Kyle Shanahan.

Bears e 49ers não é um jogo dos mais relevantes e muito menos um confronto dos sonhos em 2017, mas vale a pena ficar ligado só para ver a estreia de Garoppolo como titular.

Cleveland Browns @ Los Angeles Chargers: Agora é oficial: Josh Gordon está de volta à NFL. Sem jogar desde o dia 21 de dezembro de 2014, o wide receiver conseguiu o perdão da liga após inúmeras suspensões por uso de drogas e fará sua reestreia no domingo, diante dos Chargers. Ninguém sabe realmente qual a sua forma física e técnica, porém Gordon começará como titular e, segundo Hue Jackson, será utilizado o máximo possível. Talvez ele nunca volte a ser o jogador que foi há alguns anos, mas só vê-lo em campo já é uma grande notícia considerando a gravidade dos seus problemas pessoais.

Posts exclusivos dos Sócios ProClub: 
ProClub: Contra Seattle, Eagles podem assegurar a classificação matemática aos playoffs
ProClub: Falcons recebem os Vikings com foco na pós-temporada

Los Angeles, por sua vez, tentará evitar que o raio caia duas vezes no mesmo lugar. Em 2016, os Browns conseguiram sua primeira e única vitória da temporada sobre os Chargers. Hoje, eles estão 0-11 e certamente querem cometer o crime de novo.

Pittsburgh Steelers @ Cincinnati Bengals:

A disparidade técnica entre Steelers e Bengals é considerável em 2017, mas isso não significa que o confronto no próximo Monday Night Football será fácil ou desinteressante. Os jogadores de ambas as franquias se odeiam e com certeza veremos uma partida extremamente física e disputada. Aproveitando o clima de final de Libertadores entre Brasil e Argentina, vale a pena ficar acordado até mais tarde na segunda-feira para acompanhar mais um encontro entre Le’Veon Bell e Vontaze Burfict.

Boletim Médico

Matthew Stafford, QB – Detroit Lions: O problema no tornozelo sofrido contra os Vikings não foi tão sério quanto pareceu à primeira vista. Stafford está treinando de maneira integral e não é dúvida para domingo.

Doug Martin, RB – Tampa Bay Buccaneers: Martin está no protocolo de concussão de liga, não treinou durante a semana e não deve jogar contra os Packers.

Damien Williams, RB – Miami Dolphins: Williams machucou o ombro no domingo passado e não vem treinando. Ele não joga na semana 13.

Greg Olsen, TE – Carolina Panthers: Olsen voltou a sentir uma lesão no pé na rodada passada, a mesma que o deixou fora de combate por várias semanas. Ele não vem treinando, mas ainda não foi descartado do duelo contra os Saints, pois, segundo Ron Rivera, Olsen pode jogar mesmo sem treinar. Sua status é questionável.

Desmond Trufant, CB – Atlanta Falcons: Trufant continua no protocolo de concussão e dificilmente entrará em campo contra os Vikings.

Devonta Freeman, RB – Atlanta Falcons: Freeman, por outro lado, saiu do protocolo de concussão e voltou a treinar de maneira integral nesta semana. Ele havia sido desfalque nas duas últimas partidas

Ryan Kelly, C – Indianapolis Colts: Aumentando a lista de jogadores sofrendo com concussões, temos Ryan Kelly. O center dificilmente jogará na semana 13.



Amari Cooper, WR – Oakland Raiders: Cooper é outro que está no protocolo de concussão. Ele será ausência no duelo diante dos Giants.

Connor Barwin, LB – Los Angeles Rams: Barwin fraturou o antebraço e deve ficar de molho por um ou dois jogos.

Paxton Lynch, QB – Denver Broncos: Lynch sofreu uma entorse séria no tornozelo na derrota contra Oakland. A previsão é que ele fique afastado de duas a quatro semanas e Trevor Siemian volte a ser titular.

Mais Semana 13:
Retorno segue incerto, mas Aaron Rodgers voltou a treinar neste sábado
Rumo aos playoffs, Eagles renovam com Alshon Jeffery por 4 anos
Playoffs: Os cenários para a pós-temporada – quem está dentro, na briga e fora
Mesmo desfalcado, Seattle Seahawks não pode ser descartado da briga pelos playoffs
Podcast, Ep 55: Esquenta da Semana 13 da NFL
Wentz ou Brady: Para quem dar o voto de MVP da temporada 2017?
Transmissões da NFL na TV | ESPN, Semana 13
Jimmy Garoppolo será titular dos 49ers na Semana 13

Comentários? Feedback? Siga-me no Twitter em @MoralezPFB, ou nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

“RODAPE"