Chargers vão parar Lamar Jackson?

Los Angeles busca revanche após derrota na Semana 16

Há duas semanas, os Ravens tiraram dos Chargers a grande chance de assumirem o topo não apenas da divisão, mas da conferência americana como um todo. Classificado na condição de wild card, Los Angeles terá a extremamente ingrata missão de viajar até Baltimore, aonde os donos da casa não perdem há quatro jogos – e não o fizeram sob a tutela de Lamar Jackson como titular: o calouro assumiu contra os Bengals e só perdeu uma partida até agora, fora de casa contra os fortíssimos Chiefs.

Los Angeles Chargers (12-4) @ Baltimore Ravens (10-6)
Local: M&T Bank Stadium, Baltimore, Maryland
Data: Domingo, 6 de janeiro, 16h de Brasilia
Linha da Odds Shark: Baltimore favorito por 2.5 pontos.

***

Os Chargers tiveram relativo sucesso parando Lamar Jackson há duas semanas. Eles conseguirão repetir o feito?

As 204 jardas lançadas por Lamar Jackson no confronto da semana 16 contra o Los Angeles Chargers representaram a maior marca do quarterback ao longo da temporada – a única vez em que ele superou as 200 jardas passadas em uma só partida. É bem verdade que Lamar conseguiu um par de bons lançamentos naquela partida, mas assim como em toda a temporada, ele não foi bem quando atuando pelo ar.

O importante a se notar é que, naquela noite de sábado, Jackson teve seu pior desempenho por terra desde que assumiu a titularidade: foram 13 carregadas para 39 jardas e uma média fraca de 3.0 jardas por tentativa. Gus Edwards conseguiu números melhores, é bem verdade, mas os Chargers mostraram naquela noite que parar o ataque terrestre dos Ravens não é assim uma missão tão impossível: Los Angeles perdeu o jogo num desempenho horrível de seu ataque, que pouco fez frente à fortíssima defesa de Baltimore.

Um ponto que pode ajudar os Chargers nesse sentido é que eles já tiveram de defrontar Jackson uma vez nessa temporada e podem ter uma boa ideia de como pará-lo: o calouro ainda não teve de lidar com esse tipo de desafio. Gus Bradley é um excelente coordenador defensivo e tem montado ótimos planos de jogo ao longo do ano, então é de se esperar que ele tenha boas ideias para conter o problema.

As blitzes variadas dos Ravens serão novamente um problema para Philip Rivers

Uma das estratégias mais interessantes – e efetivas – empregadas por Don Martindale, coordenador defensivo do Baltimore Ravens, é lotar a linha de scrimmage com jogadores de defesa. Vimos na semana 14 o quanto essa tática foi efetiva contra Patrick Mahomes e os Chiefs, e na semana 16, ficou evidente o quanto Rivers sofreu com a pressão desenhada por Martindale: ele teve o pior jogo da temporada.

Quando os linebackers e os defensive backs estão alinhados próximos à linha de, torna-se muito mais difícil para o fazer o diagnóstico da defesa pré-snap – a blitz pode vir de qualquer lugar, mesmo. E poucos times amam TANTO as blitzes como os Ravens, ou seja: não só é difícil para o identificar de onde virá a pressão, o alto número de jogadores vindo em sua direção faz com que ele tenha que se livrar da bola rápido.

É claro que o contraponto disso é que, com mais jogadores pressionando, menos jogadores estão em cobertura; quando se leva em consideração que a linha ofensiva e os running backs também precisam de ler seus bloqueios, a estratégia defensiva se torna ainda melhor: no primeiro jogo, por exemplo, Rivers sofreu sacks com os Ravens atacando o running back que estava na proteção para o passe. Pode apostar que a vida do veterano não vai ser mais fácil no domingo.

Os Chargers saberão cuidar da bola dessa vez?

Uma incongruência notável da defesa do Baltimore Ravens é que, embora ela seja extremamente efetiva em parar os adversários, forçar turnovers não é sua especialidade: em toda a temporada regular foram 17, a sexta menor marca da liga. O ataque dos Chargers, do outro lado, chegou a semana 16 tendo cometido apenas 12 turnovers em 14 jogos.

Fast forward em duas semanas e Los Angeles tem agora 19 turnovers cometidos: foram três no confronto contra Baltimore e mais quatro na última semana contra Denver. O jogo da semana 16 estava equilibrado até os momentos finais, quando perdendo por 16 a 10 e tentando anotar o da vitória, Antonio Gates sofreu um fumble que foi retornado para por parte dos Ravens e selou a zebra naquele confronto.

Rivers tem sido menos cuidadoso com a bola, com quatro interceptações nas últimas duas semanas, e se isso acontecer novamente, os Chargers não terão chance.

***

Eu estava errado sobre esse matchup da primeira vez, e o equilíbrio é novamente muito grande, então possivelmente errarei de novo. Por grande parte da temporada, vi os Chargers como a maior força da AFC e meus favoritos da conferência para alcançarem o Super Bowl; porém, a derrocada no nível nas últimas semanas somada a ascensão dos Ravens podem transformar essa possível ida ao Super Bowl num fim precoce de temporada, ainda no wild card.

Eu acho que Rivers vai novamente sofrer com os alinhamentos na linha de scrimmage que Martindale desenhará, porém, acredito que os Chargers terão um plano para lidar com isso. Não, não acredito que Los Angeles terá uma exibição ofensiva perto do auge que vimos nessa temporada.

O contraponto é que não acredito que os Chargers precisam de estar no seu melhor em termos ofensivos para vencer esse confronto. Eu não vejo Lamar Jackson tendo uma grande atuação pelo ar, e vejo Los Angeles com respostas mais do que suficientes para pará-lo por terra. Esse vai ser um jogo com um baixo número de pontos.

E o meu palpite é que o Los Angeles Chargers avança para o Divisional Round.

Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.