Uma senha sera enviada para seu e-mail

A defesa dos Broncos fez o que pôde, limitando Kareem Hunt, Alex Smith e o ataque de Kansas City às suas piores performances da temporada, mas a inconsistência de Trevor Siemian e do resto do ataque condenaram Denver no Monday Night Football.

Depois de começar perdendo por 14 a 0 no primeiro quarto, a equipe do Colorado foi se encontrando ao longo do confronto e chegou a diminuir a desvantagem para 20 a 13 ao término do terceiro período. A reação, contudo, parou por aí, com Kansas City chutando três field goals e abrindo uma diferença de 29 a 13 no marcador. Denver ainda teve forças para anotar um último touchdown logo após o two minute warning, mas falhou na conversão de dois pontos e na tentativa de onside kick. Assim, o placar final acabou sendo 29 a 19 para os Chiefs.

Com o resultado, Kansas City (6-2) encerra uma incômoda sequência de duas derrotas e dispara na liderança da AFC West, aproveitando que todos os outros times da divisão perderam na rodada. Denver (3-4) continua em segundo nos critérios de desempate, pois tem uma partida a menos em relação a Chargers (3-5) e Raiders (3-5), porém agora soma três derrotas consecutivas e está em queda livre.

Uma noite a ser esquecida pelo ataque dos Broncos

Denver foi bastante criativo na hora de encontrar maneiras de entregar a paçoca ofensivamente. Tudo começou com um fumble sofrido por Jamaal Charles logo na segunda posse da equipe. Marcus Peters forçou o turnover e levou a bola até a end zone para tirar o zero do marcador. Mais tarde, no início do terceiro quarto, o retornador Isaiah McKenzie “muffou” um punt e devolveu a posse para os Chiefs – o erro resultou em um field goal.

Entretanto, o grande ponto negativo do jogo foi mesmo a atuação de Trevor Siemian. O quarterback foi interceptado três vezes única e exclusivamente por sua própria culpa. Primeiro, ele lançou um passe nos braços de Marcus Peters. Depois, tomou duas péssimas decisões, preferindo forçar passes ao invés de correr com a bola para assegurar avanços curtos. A terceira interceptação, responsável por praticamente sacramentar a derrota, foi a mais feia de todas, com Siemian lançando desequilibrado e contra o movimento do corpo em direção ao meio do campo. Trevor esteve especialmente mal quando foi pressionado, completando zero de seis passes e lançando duas picks nas vezes em que os defensores chegaram nele1.

Não bastasse a inconsistência natural do quarterback, os recebedores de Denver também resolveram que não iriam colaborar e cometeram vários drops. Bennie Fowler, por exemplo, dropou no terceiro quarto uma bola que seria um touchdown fácil de Denver.

Ofensivamente falando, a única notícia boa foi o ataque terrestre ter voltado a produzir. O trio de running backs formado por C.J. Anderson, Jamaal Charles e Devontae Booker totalizou 157 jardas pelo chão – Booker, aliás, anotou seu primeiro touchdown da temporada. Mesmo assim, a franquia não conseguiu atingir a marca dos 20 pontos pela quinta partida seguida. Neste intervalo de tempo, Siemian soma três passes para touchdown e oito interceptações. Já o ataque dos Broncos possui uma pífia média de 12,2 pontos por jogo.



Mesmo sem ser brilhante, Kansas City fez o suficiente para merecer a vitória

Assim como Denver, os Chiefs também não estavam muito inspirados no ataque. Kareem Hunt pela primeira vez em sua carreira profissional não ultrapassou a marca das 100 jardas de scrimmage – ele totalizou 68. Alex Smith, por sua vez, terminou a noite com apenas 45% dos seus passes completos e um rating de 77,6, o que evidencia o ótimo trabalho da defesa dos Broncos parando um dos ataques mais produtivos de 2017.

Ademais, Kansas City voltou a cometer turnovers, algo que não ocorria desde a primeira jogada da semana 1, quando Hunt sofreu um fumble no confronto com New England. Tyreek Hill foi interceptado durante uma trick play e Smith deixou a bola escapar ao ser sackado por Shaquil Barrett.

Os maiores destaques foram o tight end Travis Kelce e o kicker Harrison Butker. Kelce recebeu sete passes para 133 jardas e um touchdown, enquanto Butker acertou os cinco disparos que tentou. Após errar seu chute de estreia na NFL, o calouro já soma 18 field goals convertidos em sequência, ou seja, Cairo Santos dificilmente conseguirá seu emprego de volta em Kansas City.


“RODAPE"

Enfim, nem de longe foi uma partida perfeita dos Chiefs, sobretudo no ataque. Na verdade, lembrou bastante o time do ano passado, o qual vencia na base da raça e das ótimas atuações da defesa forçando turnovers. Mesmo assim, o triunfo recolocou Kansas City na briga pela melhor campanha da Conferência Americana empatado com Patriots e Steelers, além de reafirmar a condição dos Chiefs de equipe a ser batida na AFC West.

Na sequência da competição, a franquia do Missouri terá um duelo complicado fora de casa diante dos Cowboys. Já Denver viajará até a Philadelphia para medir forças com os Eagles, time com melhor campanha da NFL até aqui (sete vitórias e apenas uma derrota).

Comentários? Feedback? Siga-me no Twitter em @MoralezPFB, ou nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

“RODAPE"

  1. https://www.profootballfocus.com/news/pro-refocused-kansas-city-chiefs-29-denver-broncos-19 Acesso em: 31/10/2017