Uma senha sera enviada para seu e-mail

Vitória de Purdue é mais do que um jogo

Eu imaginava que o jogo seria mais difícil que parecia, mas nem o torcedor mais otimista sonhava com Purdue vencer por 49 a 20. A universidade vinha de 3 vitórias seguidas inclusive e chegou embalado contra um dos times mais fortes do College Football há muito tempo. Apesar das três vitórias, o time de Purdue não está próximo na questão de talento quando comparado a Ohio State e o jogo parece ter tido uma força extra para os azarões para conseguirem sair com a vitória.

Essa força extra saiu do torcedor Tyler Trent, um ex-estudante da universidade que teve que largar os estudos para cuidar de um câncer ósseo terminal. Trent é um torcedor fanático por Purdue e virou um símbolo já no ano passado quando foi capitão honorário do time. Os dias de Trent infelizmente estão contados por conta do estágio avançado e da agressividade do câncer, mas ele fez um pedido especial para alguns jogadores dos Boilermakers quando foi visitado por eles na semana passada: vençam Ohio State.

O vídeo abaixo conta um pouco da história de Trent e por mais que não há legendas em português, a emoção se traduz sozinha. Lamento, torcedores de Ohio State, mas eu fiquei muito feliz pela vitória de Purdue no sábado. Tyler Trent merecia isso. Obrigado Purdue.

Pelo lado de Ohio State, a derrota atrapalha os sonhos de vencer o título, mas continua vivo na briga por playoffs e o jogo contra Michigan em 24 de novembro e provavelmente a final da Big Ten dirão mais sobre as semifinais do College do que esse jogo.

Michigan com o destino nas mãos

Após a vitória no fim de semana contra os rivais Spartans por 21 a 7, os Wolverines controlam o seu próprio destino. Com apenas uma derrota no calendário, Michigan vai pra sua semana de folga para depois enfrentar um clássico da Big Ten contra Penn State. Uma vitória contra os Nittany Lions e a vaga na final da conferência está praticamente assegurada. E já que Ohio State perdeu no fim de semana, Michigan passou a ser o time mais bem ranqueado na Big Ten, apenas uma posição abaixo de uma vaga nos.

O jogo contra Michigan State começou quente. Antes de iniciar a partida, o Devin Bush de Michigan vandalizou o logo dos Spartans no meio do gramado chutando a grama para desfazer o desenho.

E depois disso, Bush novamente se desentendeu com jogadores dos Spartans antes de começar a partida.

Bush deve se declarar para o próximo Draft e está cotado para sair na primeira ou segunda rodada, mas certamente os general managers não gostaram dessa sua atitude fora de campo.

SEC muito aberta

Todos sabemos que Alabama é o grande favorito para o título da SEC, mas o jogo contra LSU no dia 3 de novembro pode mudar essa situação. LSU venceu Mississippi State no fim de semana com certa autoridade e deve fazer o jogo mais complicado de Alabama do calendário e fora de casa, portanto, apesar do favoritismo, nada de queimar largada já colocando Alabama na final da SEC.

Do lado leste da SEC, a briga está ainda mais aberta. Florida, Kentucky e Georgia estão todos com seis vitórias e uma derrota com o mesmo recorde também dentro da conferência. Kentucky, o time patinho feio dentre os três, enfrenta Missouri e o Drew Lock no fim de semana com Las Vegas tratando o time de Kentucky como o azarão da partida por até sete pontos. Surpreendente para mim, pois Kentucky venceu jogos grandes como Florida e Mississippi State dentro da conferência enquanto Missouri perdeu todos os três jogos que disputou na SEC. Olho na “zebra” nessa partida!

Florida vs Georgia

O grande jogo da semana é quase um jogo eliminatório na SEC East. Ambos times estão com o mesmo recorde e quem vencer terá dado um grande passo para o SEC Championship game. O jogo será jogado em estádio neutro, então sem vantagem para nenhuma das equipes nesse quesito. Georgia no começo da temporada tinha claramente uma vantagem em um confronto em relação a Florida quando se tratava de, porém após a última semana, o Jake Fromm teve uma partida péssima contra LSU e colocou o seu talento em debate. Inclusive, parte da torcida dos Bulldogs já pede a entrada de Justin Fields, jogador altamente recrutado no ensino médio.

E ao enfrentar a defesa de Florida, Fromm não encontrará uma tarefa fácil. O time de Florida possui alguns prospectos defensivos bem interessantes já para o próximo Draft. O principal deles é o Jachai Polite, que já tem 7 nas últimas 5 partidas que disputou e o seu potencial o credencia para ser uma escolha de primeira rodada na próxima classe, caso se declare. Menos talentoso que Polite, mas ainda assim um prospecto interessante, é o Chauncey Gardner-Johnson, que possui um grande atleticismo e um quadril bastante fluído. Jake Fromm não poderá errar tanto quanto errou contra LSU, caso contrário, os Gators não deixarão barato e as chances de para os Bulldogs escaparão entre os dedos.

Leia mais:   Draft Notebook - Conheça Zach Allen, mais um pass rusher de qualidade para o draft de 2019

Washington State melhor do imaginamos

Mike Leach é fantástico e é um dos melhores técnicos de College já há algum tempo, dando mais uma prova disso no fim de semana ao vencer Oregon de Justin Herbert por 34 a 20. A vitória em cima de um adversário da conferência abre as possibilidades para até mesmo participar da final da Pac-12: por enquanto, os Washington Huskies ainda lideram a divisão por ter uma vitória a mais dentro da conferência, mas sinceramente a força entre os dois times é bem parecida e isso se passa por Mike Leach, visto que no papel temos muito mais prospectos interessantes no lado dos Huskies do que nos Cougars.

Nesse sábado, Washington State enfrentará Stanford (#24) às 20h em um dos grandes jogos do final de semana. Todos nós sabemos que Stanford é um time mais conservador e que explora muito o seu jogo corrido, mas tem usado muito bem a conexão entre o KJ Costello e o J.J. Arcega Whiteside – é sempre muito divertido ver o recebedor de Stanford jogando. Junte a isso que temos o ataque de Washington State que é focado em um ataque aéreo e temos a receita de um jogo bastante animado. 

LSU no top 4

Com a vitória em cima de Mississippi State, LSU entrou no top 4 se aproveitando dos tropeços de Georgia e Ohio State. Nessa semana, os Tigers estão de folga e só voltam no dia 3 de novembro contra o time temível de Alabama. Jogo que LSU entrará de franco-atirador sem responsabilidade nenhuma com a vitória; por isso mesmo, esse jogo dirá muito sobre as chances de participar dos. Uma vitória claramente coloca o time no topo e apenas um desastre tiraria eles.

Ainda é cedo para falar sobre o jogo da semana que vem, mas LSU tem me impressionado enfrentando o calendário mais difícil da temporada e a posição que estão agora é sim justa. Ansioso para ver esse time contra Alabama.

Jogada da semana – Os Colts escreveram certo pelas linhas tortas

Quando aconteceu o problema de Josh McDaniels recuar e não aceitar o cargo em Indianapolis, Chris Ballard foi atrás de Frank Reich para ser o novo treinador principal dos Colts. Reich está fazendo um bom trabalho de reconstrução do time em Indianapolis apesar das cinco derrotas. Na jogada da semana, vamos conhecer mais um conceito de passe: o scissors.

Comentários? Feedback? Estou em @lipevieira. Siga nosso site em @profootballbr e curta-nos no Facebook.

Gosta de análise tática? Toda semana nossos assinantes têm uma exclusiva. 

🔒 Análise Tática – O simples e criativo ataque do New England Patriots
🔒 Análise tática: A histórica rodada dos novatos
🔒 Análise tática: Josh Allen de volta a realidade contra os Packers
🔒 Análise tática: A versatilidade de Saquon Barkley foi fundamental para a vitória dos Giants